O custo de vida nos EUA

Bem, demorei pra escrever este post pois precisava entender um pouco mais sobre os custos no geral para embasar minha avaliação da melhor forma possível, e com a total clareza dos pontos.
Antes de qualquer coisa, o ponto principal que devemos ter em mente é: uma coisa é vim para os EUA a passeio, turismo, compras, parques, atrações, bons restaurantes, etc, OUTRA coisa, muito diferente, é viver aqui e vivenciar os custos cotidianos. Provavelmente, se a análise de viver nos EUA se deu apenas de acordo com a experiência turística, pode ser que a pessoa tenha sérios problemas ou decepções ao longo do caminho….tentarei explicar no transcorrer do post a minha avaliação.
Primeiro ponto, aqui é a terra do CAPITALISMO. Logo, como a teoria capitalista preza em seu principio básico, todos devem viver sob a premissa do salve-se quem puder. Vejam, aqui a vida é muito complicada, pelo menos no seu início, sem o tão sonhado e necessário Social Security (que equivale a uma espécie de CPF no Brasil). Esse documento é fundamental pra tudo, e conseqüente, o fato das pessoas não terem ele, dificulta algumas coisas básicas.
Aqui nos EUA a regra é clara: salve-se quem puder.
Não tem muito essa conversa de solidariedade com o outro.
CAPITALISMO. Sim, estamos na terra onde essa regra é
totalmente levada a sério e a competição é imensa.
Para se ter uma idéia, digamos que você queira mudar para a Florida (ou mesmo qualquer parte dos EUA), e comece a listar o que você precisa aqui (veja, o que é necessário depende de pessoa pra pessoa, mas tentarei explicitar meu caso):
1) ALUGAR UM LUGAR PRA MORAR:
Em tese essa parte não é tão complicada, muito embora, dependendo do local, esteja preparado para pagar um bom valor de adiantamento. No geral,  aqui nos EUA não existe a figura do fiador como é no Brasil, logo, na maioria dos contratos, pelo menos os de residência, o que é pedido são documentos que comprovem a situação legal no país (passaporte com visto….e nos lugares sérios, não se aluga com visto de turista, por exemplo), extrato bancários comprovando fundos de 3 vezes o valor líquido do aluguel, bem como, aí vem a facada, 1 mês de aluguel adiantado + o aluguel final (último mês) + depósito (como se fosse o fiador) de 1 mês do aluguel
Sim, no final das contas, são 3 meses de aluguel logo de cara. Imagine então que você alugou uma casa por 1000 dólares (o que já é muito difícil aqui em Orlando), então esteja preparado para desembolsar no primeiro mês a bagatela de US$3,000.00. 
Acha muito? Sim, em tese é muito mesmo. 
Mas pela avaliação que fiz, no geral, o mesmo procedimento é válido para alugar um  apartamento, com um fator adicional de que, dependendo das regras do condomínio, você terá de comprovar renda muito acima do valor líquido do aluguel. Por exemplo, se o apartamento custa por mês 700 dólares (e a esse preço num local mais ou menos, estou falando de apartamento de 1 quarto), você terá que provar fundos maiores do que 2100 dólares em conta corrente, logo, maior que 3 vezes o valor do aluguel.
Eu sinceramente chego a conclusão de que o melhor negócio é alugar direto com o proprietário e tentar chegar a um acordo no que diz respeito aos valores. Vale mais a pena. Mas esse tipo de contrato direto, sem mediação de uma empresa corretora, pode ser complicado também. Veja, aqui nos EUA não tem essa de direitos e lero lero. Pagou OK, não pagou, tchau. As regras para retirar alguém do imóvel são bem claras se o indivíduo não paga ou constantemente atrasa, vide o que aconteceu aqui durante a crise imobiliária de 2008.
Ah Luciano, e o que você acha de alugar um quarto numa casa de um fulano x? Depende. Posso achar tranqüilo, pois conheço pessoas aqui que moram nesse esquema e acham que é de boa, como pode ser uma cagada total. Depende da pessoa com que você vai morar, depende das regras, do ambiente da casa, etc. De toda forma, se esta for a opção mais viável, a pessoa vai perder quase que totalmente sua privacidade (tendo isso em mente e ficando de boa, acho que pode compensar).
Obs.: Aqui em Orlando tem muitos brasileiros que vivem dessa forma, digo, tem muita gente que divide apartamento e racha as despesas mensais.
OK, mas e qual a melhor opção, apartamento ou casa? Na minha visão, casa. Acredito que para vivenciar a “vida americana”, a opção por uma casa é mais interessante do que a “gaiola” de um apartamento, ainda mais de você tem animais de estimação, como é meu caso. Apartamento aqui tem de montes, na verdade, grandes condomínios em lugares espalhados, que são grandes comunidades. Moram muitas pessoas, é deve ser, não sei, bem confuso no geral. Se você tiver interesse em saber mais sobre esse assunto e valores, entre em contato comigo e/ou pesquise alguma coisa nos seguintes sites:
http://www.apartments.com/ (especializado em apartamentos)
http://www.rentals.com/ (casas, apartamentos, opções variadas)
Visão externa da casa onde moro, em Kissimmee, pertinho da Disney
Visão interna da casa. Aqui nos EUA, é comum, que todas as casas
e apartamentos já venham equipados com a cozinha, ou seja,
geladeira, máquina de lavar louça, fogão e microondas.
Pode até parecer um luxo bobo, mas vou ser bem honesto.
Ter uma piscina na casa (e muitas por aqui tem), é algo
necessário durante o verão. O calor é gritante.
2) COMPRAR UM CARRO:
Esse parece ser meu tema predileto hehehe. Mas vejam, aqui em Orlando é necessário carro. OK, mas Luciano, é fácil comprar um carro aí, usado ou novo? A resposta é não. Se você quer comprar um carro usado, provavelmente vai conseguir achar lugares que usam o método de “Buy here Pay here”, já escrevi sobre isso. Eles não vão “precisar” do teu SSN, no entanto, se prepare para juros altos, cláusulas rígidas (do tipo, não pagou, atrasou 3, vamos pegar teu carro – eles são vendidos com uma espécie de gps para rastreio) e possíveis problemas de manutenção. Antes de escolher um carro, mesmo que gaste mais com aluguel, procure e tente fechar um bom negócio. Comprar a primeira biboca que aparecer apenas para dizer que tem um carro, é furada.
E se você quiser comprar um carro novo, tem como? Claro. CASH, pagamento a vista, dindin na hora, quem não gosta, não é verdade? Fora a vista, sem SSN, é quase impossível comprar algo a prazo. Esqueça. Já fui em todas as concessionárias e carro novo parcelado aqui nos EUA NÃO é vendido para pessoas sem SSN. A não ser que você comece a fazer os trambiques. Luciano, isso é possível nos EUA, a terra da integridade? hahahahaha, sim é possível. MUITA calma na hora de achar que aqui não tem o jeitinho. TEM VIU!!!!!
Putz Luciano, então o que fazer? Bem, existem situações e situações. Geralmente tem algumas lojas na OBT (nome de uma rua) que vendem carros no sistema de auto-financiamento, com juros altos, mas não tão absurdos como os do Brasil. Os nossos “amigos” brazucas prosperam graças aos juros e graças ao “desespero” de muitos que, além de não terem SSN, possuem um crédito ruim.
3) LUZ – ÁGUA – INTERNET – TELEFONE (celular)
Antes de falar sobre, deixe-me explicar uma coisa: saiba diferenciar o que é Fee e o que é Deposit.
Fee: você paga essa taxa, de acordo com o serviço x prestado e ela não tem reembolso algum, de acordo com os detalhes do contrato.
Deposit: você paga uma taxa para instalar alguma coisa, contratar um serviço, etc, e essa taxa é reembolsável, de acordo com as regras de cada termo, em quase 100% dos casos.
Dito isto, pela ordem, comecemos pela luz; aqui em Orlando existem companhias especificas para cada região, com serviços variados e tarifas relativamente baratas. Mas veja, tanto para americanos (em menor medida) quanto para estrangeiros, quando você solicita a ligação dos serviços de luz ou passa a conta para o seu nome, você paga um deposito que é calculado de acordo com a média de consumo da residência. Sem SSN, esse valor fica ainda mais alto: no meu caso, apenas para “ligar” a luz e passar pro meu nome, tive de pagar, cash, a bagatela de US$565.00. Sim, você não leu errado. Tudo isso. 
Pelo menos, em tese, quando eu resolver mudar ou se resolver operar com outra companhia, eles me devolvem a grana. Mas fala sério, é muita grana apenas para ligar a luz hein!?
E a conta, vem cara, como é? Olha, não posso dizer que é cara, dado o fato do AC ficar ligado. Mas no geral, se você deixar o ar desligado, e usar pouca energia, tua conta no verão não  vai ficar tão alta, estou falando de 100 dólares, no máximo. O duro é ficar com o ar desligado no verão. Aqui onde moro, pelo menos, apesar do calor, tem muito vento, o que alivia a sensação. E na maioria das casas aqui, o aquecimento da água se dá por gás. Não é elétrico, o que, em tese, já poupa uma quantidade boa de energia por mês. (média de gasto com energia – coloque aí de 150 a 220 dólares)
Depois vem a água (nas casas, água é paga a parte, claro, e nos apartamentos, em alguns casos, a água está incluída no valor do aluguel). Para passar a conta pro seu nome, outro depósito, geralmente num valor muito menor que a luz. No caso daqui onde moro, paguei US$100.00 e nem sequer perguntaram por SSN ou coisas do tipo. Foi super tranqüilo. E é uma taxa reembolsável, o que quer dizer que, assim que eu mudar de casa, pego a grana de volta. O duro é entender a conta de água….tem um monte de taxa disso e daquilo que você fica perdido no começo. 
No geral, água também não é tão caro aqui, dependendo do uso, logicamente. E por exemplo, a água que usamos no sistema de irrigação da casa, é reciclada, é água da chuva. (média de gasto com água – coloque aí de 90 a 120 dólares)
Outra coisa fundamental para uma casa, ao meu ver, é internet. E isso aqui nos EUA é barato mesmo, sem muita complicação e com velocidades bem superiores a qualquer coisa que temos no Brasil, principalmente em relação a preços mensais e relação custo x benefício. Veja, você consegue ter uma conexão de 35MB (que é quase essa velocidade mesmo, diferente dos famosos 10% do Brasil) + telefone ilimitado para ligações locais pagando por mês algo em torno de US$60.00. Sim, é barato. E o processo de instalação também foi de boa, custa em media uns 100 ou 150 dólares se você não tem SSN. Nesse quesito, vale a pena gastar algum tempo fazendo uma pesquisa, porque existem muitas opções e preços variados, realmente rola uma competição. (média de gasto com esse serviço – coloque aí de 60 a 100 dólares, dependendo do plano). 
Por fim, falemos do telefone celular. Aqui em Orlando (acredito que não seja tão diferente nos EUA todo), existem 5 grandes companhias de telefone celular. E elas se matam pra conquistar o cliente, realmente fazem uma verdadeira competição. Oferecem celular de “graça”, vantagens em planos de minutos, conexão 4G ilimitada e por aí vai. Mas nada é tão de graça assim, é claro. Vejam, a maioria das empresas de telefonia móvel atrelam o teu aparelho de “graça” por um contrato de fidelidade por 24 meses, assim como a maioria das empresas de tv a cabo.
Então, basicamente, é fácil você ter um Iphone 4S aqui nos EUA, com ou sem SSN, mas você fica atrelado a algo por 2 anos e paga por isso o valor do celular, logicamente. No caso de celular, vale mais a pena você ter um telefone desbloqueado e usar um chip PRÉ pago. Mais vantajoso e sem burocracias de contrato. (no meu caso, pago 60 dólares mensais, quando quero, é claro, e tenho ligações ilimitadas nos EUA e Brasil, conexão 4G muito rápida e sms ilimitado). Se você fizer um comparação rápida com os serviços de telefonia celular no Brasil, com 120 reais você mal tem o pacote básico.

Sonho de consumo de muita gente. Vale a pena ter um desses no Brasil? Pra ser muito
honesto com todo mundo, achp que não. Preço é salgado demais, e principalmente, o
fato de ele não ser utilizado na sua principal função – o S (que fala com você, numa espécie
de interação). Essa função só está disponível em poucos lugares fora dos EUA.

4) CUSTO DE SUPERMERCADO (minha avaliação é apenas em relação ao Walmart).
Super barato, resumindo. Para você gastar US$150.00 num carrinho de compras no Walmart, você tem que encher o carrinho (é claro, com coisas do tipo úteis, como arroz, feijão, etc). As coisas aqui, nesse sentido, são baratas. E talvez aí exista uma armadilha: as pessoas pecam pelo excesso. Aqui você compra tudo em muita quantidade, quero dizer, os tamanhos pequenos nos padrões americanos são grandes no geral. Para se ter uma idéia, seguem alguns exemplos:
  • 24 latas de coca-cola algo em torno de 6 dólares, o que daria mais ou menos R$12.00;
  • 30 garrafinhas de água você paga algo em torno de 4 dólares;
  • Doritos gigante, batata Pringles, e por aí vai, tudo enorme e com preços baratos, vida o sódio. 

Entender porque os americanos, em especial, a garotada, tem um quadro de obesidade é bem razoável avaliando esse tipo de “facilidade” que eles tem em relação aos preços e a tese clássica de “time is Money”. Irei falar mais sobre isso em outro momento.

Poxa Luciano, então tudo é muito barato no Walmart? Depende. Veja, a parte da alimentação, digamos saudável, frutas, verduras e legumes, não chega a ser uma bagatela não, ao contrário, os preços são salgados e em alguns casos assustadores, se compararmos com o Brasil (pelo menos nisso). Acredito que uma parte considerável desse tipo de produto não seja produzida aqui nos EUA, logo, as importações devem encarecer os produtos. Vejam as imagens abaixo e olhem os preços.
Por isso que deixei de comprar isso no Brasil.
Maioridade para beber aqui na Florida é 21 anos. Não é vendida
bebida para pessoas abaixo dessa idade, de forma alguma.
Café aqui é complicado viu :( Parece mais chafé.
Arroz e feijão, fácil de achar? Sim. No Walmart você faz a feijoada
completa, sem muitos problemas. Temperos não faltam pra isso.
Essa foto é de matar. Por isso nunca comprei isso no Brasil :(
Sim, comida de cachorro aqui é piada. Um pacote de 35 kilos
de ração premium sai por 25 dólares. Esses biscoitos da foto,
uma quantidade inacreditável, saiu por US$9.00.
O Walmart é “famoso” junto ao público brasileiro. Os americanos também adoram. MAS, pelo menos aqui em Orlando, no geral, é um mercado de “pobre”, quero dizer, pessoa de classe média (média e alta), acredito que não vão lá. O que mais se ouve nos corredores do mercado, a qualquer hora, são pessoas falando espanhol e português (é claro, dependendo da localidade onde você vai com mais freqüência). A brasileirada adora fazer compras, encher o carrinho e se fartar, principalmente, os turistas. 
Beleza Luciano, entendi tudo. Mas deixa eu perguntar…….quais as outras opções de mercado, digo, compras cotidianas, fora o Walmart. Caramba meu povo, são várias viu. Muitas mesmo. Temos o Target, o Publix (que equivale a uma espécie de Pão de Açúcar no Brasil), e o TOP total whole foods market. Esse aí é muito top, mas certamente com preços mais salgados do que os outros citados.
Tudo nesse mercado é muito fresco. Espetacular $$$$$
É uma experiência legal aqui nos EUA fazer compras num mercado, aconselho os turistas que vieram para essas terras a fazer isso. E por favor, esqueçam o Walmart Brasil. Aqui, ele é muito maior, com muito mais variedade. E todos, literalmente todos, funcionam 24h. E não se engane, o mercado fecha em pouquíssimas ocasiões no ano, para se ter uma idéia, ano passado, dia 31 de dezembro, as 23:25, estava eu no Walmart aqui em Orlando (o da Turkey Lake, acho eu), comprando vinho e muitas pessoas, tranquilamente, fazendo compras.
RESUMO
Quanto preciso por mês para me manter em Orlando? A resposta é, depende.
Depende das suas intenções, do que você veio fazer aqui, onde você mora, quais seus gastos fixos e quais os variáveis, depende de uma combinação de fatores.
O custo do dia a dia, compras, etc, não é tão alto, mas quando existe o somatório de tudo, pode ficar bem alto. Em especial, quando analisamos os termos dos gastos com base na moeda real. Erro. Não devemos fazer isso, pois a tendência é ficar bem maluco com o tempo. Ao vim pra cá, esqueça o real (ou pelo menos tente) e faca seus cálculos em dólar, ponto. 
Certamente custos de educação aqui e de saúde são astronômicos. Esse ponto é preciso ser levado em consideração. Por exemplo, vim pra cá estudar inglês, tem como, dá pra conseguir levar. Agora, vim pra cá estudar na faculdade, bem, são outros 500, com certeza.
Saúde aqui nos EUA NÃO é gratuita e muito menos barata. Tanto faz, para americanos ou não. Tudo custa muito caro, desde de um tratamento simples dentário até uma cirurgia de coração. Seguro saúde aqui não cobre NUNCA 100%. Totalmente diferente do Brasil, pelo menos em tese. Irei falar mais sobre educação e saúde neste site. É só acompanhar os posts.
Grande abraço a todos.
Luciano

Comentários

  1. Luciano, fiquei curiosa e com vontade de morar aí!
    Sua casa é linda, as mercadorias parecem de brinquedo. Sem dúvidas é um outro mundo, outra realidade.
    Mas, farei uma pergunta mais direta:
    Quanto você gasta por mês com a sua rotina? Pagando o financiamento do seu carro (se não tiver sido pago à vista), aluguel da sua casa, luz, água, enfim… Tudo.
    Manda só uma média, em dólares.
    E, no começo, como tudo é mais caro com instalações e tudo mais, quanto foi necessário para começar a vida aí?
    Quanto, em cash, dólar, você acha necessário ter na conta pra sair do Brasil e investir em uma vida aí?
    Outra coisa… Emprego. Seria interessante uma matéria sobre.
    Beijos, sucesso e estou acompanhando sempre o seu blog *-*

    • Então Samantha, muitas coisas aqui são diferentes mesmo, mas nem tudo é maravilha, mágica ou coisas lindas. Veja, no mínimo pra se ter uma vida com qualidade e conforto por aqui, você iria gastar em média uns 2500 dólares, ou seja, estamos falando de mais de 5 mil reais, certo? Como deixei claro no post, no início se gasta mais para estabelecer algumas coisas, mas depois os gastos tendem a diminuir ou pelo menos ficar zero a zero. Para sair do Brasil e vim pra cá, e não trabalhar logo de cara, até pq, em tese, não pode, acredito que 60 a 70 mil são suficientes na sua conta. O povo que vem pra cá com 1 dólares, acredite, é totalmente maluco. Bjus e obrigado pelo comentário.

      • Nathalia

        Olá Luciano, td bem??
        Gostaria de saber como devo fazer pra passar uma temporada trabalhando em Orlando!
        Tem como fazer isso legalmente???
        A quem devo recorrer???

        • Nathália, tudo bem?

          Olha, naturalmente o ideal e mais do que recomendável é fazer isso de forma legal e não cair nos “buracos” dos sub-empregos ilegais que devem existir por aqui. Infelizmente não sei te informar a quem recorrer pois você precisa ter uma série de requisitos para conseguir trabalhar aqui legalmente.

          Abraços.

          Luciano

          • Rodrigo Campos

            Olá Luciano,

            Legal seu post sobre morar em Orlando. Eu morei em Virginia Beach há alguns anos atrás e achei bem tranquilo morar nos EUA. Pretendo em breve, morar em Orlando / Miami ou qualquer lugar na região. Trabalho com Desenvolvimento de Sistemas e acredito que posso conseguir um “bom emprego” por aí…

            Com relação aos preços cara, sinceramente, é completamente impensável se converter o gasto em dolar para o real, até porque se você for realmente morar aí, provavelmente vai ganhar em dólar.. então, ganhar 5 mil reais e gastar 2.500 reais com custos de casa é exatamente a mesma coisa de ganhar 5 mil dolares e gastar 2.500 dolares com os custos da casa.

            Qndo morei na Virginia, eu nem lembrava que existia Real, gastava como se fosse em Real e na epoca era 3 pra 1 ainda…

          • Prezado Rodrigo, tudo bem?
            Concordo com você. O problema de ganhar em dólar é simplesmente como conseguir isso…..tem que ter um emprego e para isso precisa de um trabalho…..como conseguir trabalho, legalmente….este é o ponto “x” que venho falando desde muito tempo para os meus leitores do site. Qualquer processo que envolva uma situação de trabalho, demanda algum investimento em possibilidades de vistos que te permitam isso.
            Um grande abraço.

            Luciano

  2. Dessa vez confesso que fiquei com um pouco menos de inveja… afinal de contas os itens considerados básicos são bem mais caros que aqui! Não me imagino pagando de R$300,00 a R$ 440,00 só de luz e mais de R$200,00 em água! Claro que lembrando que a conversão estando aí é desnecessária, mas para que mora aqui como eu é inevitável! Mas analisando os outros custos, creio que realmente chega a compensar pelos planos de celular, internet e TV a cabo, que aqui sem dúvida são bem mais caros!!! Agora com relação ao supermercado, só tenho a dizer que pode trazer as fraldas da Júlia quando vier!! Os preços são realmente incomparáveis, fora que comparar nosso patético Walmart com o daí chega a ser constrangedor!! Já conversamos sobre isso, mas com certeza saúde, veterinário aqui não posso dizer que são melhores, mas sem dúvida bem mais baratos… só lembro do valor do banho e tosa, surreal aí!! Agora educação creio que em ambos os lugares estão cada vez mais caras! E comparando com o que ganhamos aqui, ainda acho que ter um ensino de qualidade aqui no Brasil é muito caro e nem sempre serviço garantido!
    Enfim, dentre todos os posts creio que este nos deu uma visão geral e apesar de tudo, confesso que a superioridade dos EUA sobre o Brasil é inquestionável e sem dúvida estamos longe de chegar pelo menos perto… Mas enquanto tivermos novela, samba, futebol e cerveja, nosso povo será feliz!!

    • Professora RR, sinceramente, não é mesmo tão barato quanto parece morar aqui, mas veja….se você não morar numa casa muito grande, as despesas com água e luz caem para menos da metade, sem nenhuma dúvida. E no resto, não tem nada mais caro que no Brasil, absolutamente nada, a não ser, questões referentes a saúde e educação, que no geral, são mais caras aqui sim :) Bjus e fica bem.

  3. Olá luciano, muito interessante seu blog. Veja, estou pretendendo ficar cerca de 2 anos aí. vou parar minha vida aqui e me dedicar a um curso de Piloto de Helicóptero. Parece loucura, aventura, mas venho me programando muito financeiramente pra isso. como vou levar minha esposa e meu filho de 6 anos, minha maior preocupação é em relaçao à escola para ele. A escola que frequentarei me dá um apoio grande em relação a estadia, documentação etc, mas o dia-a-dia é bem diferente. Mas acho que vai ser uma grande experiencia de vida para todos nós. Gostaria de saber se uma renda mensal de cerca de U$10.000,00 é o suficiente para me manter em uma casa confortável com um carro razoável e o principal, pagar uma boa escola para meu filho. O local é Titusville, Fl.
    Veja, venho pesquisando muito sobre isso e achei seus comentários super informativos sobre Orlando, não sei se é muito diferente de lá. Conheço bem Orlando, viajo anualmente à passeio. Desde já agradeço muito as informações. Forte abraço.

    • Olá Bruno, tudo bem? Então, como você está vindo pra cá de forma planejada, certamente não terás nenhum tipo de problema aqui, em especial na parte financeira. Veja, com esse valor que você citou, por mês, você tem um padrão de altíssima qualidade, sem nenhum exagero.

      O custo de vida aqui na Florida é barato, e no geral, nos primeiros 2 meses você vai gastar um pouco a mais por causa da instalação, aluguel de casa, pagamentos de depósitos (pois você não terá SSN).

      A escola do teu filho, provavelmente, será pública e será de excelente qualidade. Nem se preocupe com isso porque é fácil matricular as crianças na escola, não tem muita burocracia no geral.

      Abraços.

      Luciano Abreu

  4. Ok Luciano, isso me encoraja mais ainda. Mas não tinha conversado com nenhum brasileiro sobre possíveis valores, sabe como é. Às vezes podem tentar desencorajar ou mesmo dar uma informação errada. Mas sentí firmeza em seu trabalho. Muito obrigado pelas informações e em breve nos falamos novamente, forte abraço!!

  5. Anonymous

    Boa Tarde Luciano, por favor informe como consigo encontrar o manual teórico para tirar o Driver License na Florida, e se você sabe o endereço do escritótio para tirar a Drive License em Sunrise-FL. Parabens pelo Blog, pois tira muitas dúvidas de quem está querendo passar um tempo nos EUA, quero passar um ano, quanto você acha que devo ter no Banco para ter uma vida simples sem luxo, pois estava pensando em comprar um Carro de no máxiomo U$5.000,00 e tentar alugar um apartamento em uma comunidade de 55+ ou mais, já que será o meu Pai que irá ser o resposável pelo aluguel. Você informou que preciso de duas confirmação de engereço, por exemplo conta de Banco e telefone celular serve. Origado pela seu tempo, fico no aguardo da resposta.

    • Olá, boa noite. Me mande um email com essas dúvidas para luciano.abreu.cancio@gmail.com para que eu possa te dar essas orientações em relação ao processo da DL aqui na Florida. No geral, já expliquei nos post sobre DL como funciona o processo, mas não teria problema em te repassar maiores detalhes. Mande um email que fica melhor para conversarmos sobre isso. Abraços. Luciano Abreu

  6. Anonymous

    Luciano, Boa Noite.

    O Tópico está meio antigo, não sei se você ainda vai responder, mas gostaria de tirar uma duvida.

    Eu e minha namorada, vamos morar em Fort Lauderdale – FL, a principio, vamos para estudar inglês, e também, para terminarnos nosso curso de mergulho e quem sabe trabalhar com isso por ai. (Afinal, é um dos melhores pontos, banhado pelo golfo do méxico). Temos 21 anos, e gostariamos apenas de um apartamento simples, afinal ainda estamos no começo da nossa carreira, e pretendemos investir mais em estudos.

    Você consegue me passar um valor (em média) mesmo você não morando na região de fort ? Em termos de quanto um casal, gastaria por mês ai nos EUA ? Com uma vida diferenciada da sua, morando em um apartamento simples e tudo mais.. rs

    Abraços,

    Felipe

  7. Olá Luciano.

    Primeiramente parabéns pelo blog.

    Gostaria de uma informação sobre o mercado de trabalho na Flórida. Tenho muito interesse em migrar para Miami ou região, pois tenho família lá, mas venho tentando várias vagas de emprego sem ao menos uma resposta sequer de volta. Você tem alguma dica para isso? Sou formado em TI, com MBA e finalizando uma especialização em Harvard.

    Obrigado e parabéns novamente.

    • Oi Ricardo, tudo bem? Obrigado pela leitura do blog.

      Bem, sinceramente, creio que este campo aqui na Florida não seja tão interessante assim, na medida em que a concentração de serviços neste ramo esteja no norte dos EUA e também na região oeste, em especial na Califórnia.

      Aplicar pro visto H aqui está parado praticamente, pois quem banca o processo é a empresa e existe uma série de regras que acabam desencorajando-as a bancar o processo para um estrangeiro, mesmo com grande qualificação.

      Creio que outra boa opção seja migrar pelo skilled worker e ir pro Canadá. Ali sim, o mercado é amplo, aceita esse tipo de migração numa boa e os ganhos salariais são grandes.

      Abraços.

      Luciano Abreu

  8. Cara eu fico bobo com as coisas ai, tenho um sonho gigantesco de sair dessa coisa que se chama Brasil e ir viver ai nos EUA, tudo que eu adoro está ai, os preços são altos sim, mais a qualidade de vida é bem maior, você não passa a vida inteira trabalhando pra pagar os juros que nem aqui. Só uma pergunta, sendo legalizado ai nos EUA e sem uma faculdade é fácil de conseguir um bom emprego?

    • Olha, eu acho que depende do local e das oportunidades de emprego. Nem sempre quem tem faculdade aqui arruma emprego facilmente, isso entre os próprios americanos. Imagina então entre os imigrantes? Agora, um fato que é importante na tua análise é fazer todos os processos dentro da legalidade. Se isso ocorre, as chances de se arrumar algo bacana aumentam e você não fica “refém” dos empresários brasileiros, na minha visão, espertos e desonestos. Abraço grande.

  9. Valeu, pela informação. Muito valiosa.
    Mas eu gostava de saber, qual é o salário minimo e se ainda é pago semanalmente ou de 15 em 15, ou se ja é tambem por ano.
    Além disso, quando dizes que a esculariade é 500$ referes-te á escola Pública ou privada?
    Pode responder?

  10. Oi valeu pela informa~çao valiosa. Mas eu gostava de fazer só umas perguntas:
    1º Qual é o ordenado mínimo?
    2º É pago semanal/ quinzenal/ mensamente?
    3º Quando diz que a escolaridade é 500$, referes-te á publica ou privada? A pública não é grátis?
    4º Quer dizer que em média, por mes acabamos por gastar 500$ fora as despesas da escola?

  11. Ola!
    Vou ficar 15 dias em orlando, e como gostaria de comprar dois SIM pre-pagos para mim e para minha esposa, sabes qual a operadora com o melhor custo-beneficio pra falar entre eu e ela e utilizar dados? É facil de achar o SIM para iPhone 5 (nano)?
    Muito obrigado!
    Jorge

    • Uso a T-mobile e acho excelente. Sim, você acha chip para todos os tipos de Iphone aqui nos EUA. Talvez seja melhor na AT&T, não sei, terias de perguntar diretamente na Apple Store pra confirmar isso. Abraços Jorge.

  12. OLA LUCIANO TD BEM?
    ESTOU COM A IDEIA DE LARGAR TUDO AQUI E IR MORAR NOS EUA, PELO QUE AS PESSOAS COMENTAM ACHO QUE A FLORIDA É O MELHOR LUGAR, VC ACHA COMPLICADO? NAO CONHEÇO NINGUEM AI NO MOMENTO MAS TENHO UMA FORÇA DE VONTADE E NAO TENHO NADA A PERDER, SOU SOLTEIRO NAO TENHO FILHOS NEM COMPROMISSO NENHUM AQUI NO BRASIL QUE ME PRENDA. O QUE VC ACHA? EM RELAÇÃO A MORADIA, TRABALHO, QUAL REGIAO É MELHOR VC ACHA PARA BRASILEIROS QUE VAO COMEÇAR A VIDA AI MAS COM CUSTOS BEM BAIXOS. OTIMO O SEU BLOG ADOREI. OBRIGADO. ABRAÇOS

    • Marcelo

      Boa noite Luciano,

      tenho muito interesse em me mudar para os EUA, tenho 250.000 dolares para comecar a vida, incluindo comprar uma casa, tenho uma filha de 4 anos e esposa, sou policial no RJ e tenho possibilidade de pedir licença sem remuneração, no entanto queria ir legalizado, gostaria de saber como posso fazer para obter green card, se comprar imóvel recebe green card ou algo parecido, e se poderia matricular minha filha nas escolas publicas sem problemas. Vc sabe se conseguiria algo na minha área aí?? Minha esposa e advogada, formada pela UFRJ vc acha que ela teria possibilidade de arrumar algo na área dela?? 

      Muito obrigado,

      Marcelo!

       

      • Luciano

        Marcelo, obrigado pelo envio da mensagem. Veja, não existe nenhuma correlação em compra de casa e obtenção de benefício imigratório que possa levar ao green card (residência permanente). Como você é servidor público no Brasil, entendo que as possibilidades de visto de trabalho são mais restritas. E em relação a atuação de vocês aqui, do ponto de vista profissional, sem a devida autorização de trabalho, não tem possibilidade. Bem, você ou a sua esposa tem alguma empresa no Brasil? Fica melhor e mais pessoal entrar em contato diretamente pelo email de atendimento do site. Por lá podemos discutir melhor teu caso.

        Abraços.

        Luciano

        • marcelo

          Boa noite Luciano,

          muito obrigado pela resposta e atenção, vou entrar em contato com vc por e-mail para maiores esclarecimentos, estaríamos dispostos a trabalhar em outras áreas que não as nossas, mas temos algumas dúvidas que possivelmente vc possa nos ajudar!! 

          abs

  13. Celso

    Caro,

    Achei seu post muito interessante. Estou quase aposentado e apesar de ter tido algumas experiências de passar um bom tempo fora do Brasil, eu tenho um desejo de viver (não definitivamente) por um tempo no EUA e por questões climaticas a Florida é uma forte opção. Gosto muito de ficar proximo ao mar. Voce pode me dar uma dica de lugares bons e não muito caro para conciliar este desejo? E ainda se eu quiser ficar por uns 6 meses voce acha que eu teria problemas com a imigração que possa impedir meu retorno em outras epocas?

    • Luciano

      Obrigado pela leitura do site e envio da mensagem Celso. Bem, em termos de lugares para morar aqui na região, aredito que Winter Park, Oviedo, Lake Mary e algumas cidades na região do Golfo sejam excelentes, em termos de qualidade de vida, cotidiano americano, etc, longe do turismo e do trânsito de Orlando em si.

      Já em relação a questão dos 6 meses, uma vez com I-94 dentro dessa validade, não há problemas em termos de status imigratório. 

      Abraços.

      Luciano

  14. Eduardo Leite

    Prezado Luciano,

    Tenho 50 anos e gostaria de morar nos EUA mas de forma legal, gostaria de saber se realmente é verdade que investindo em imóvel se consegue o visto para moradia?

    Grato,

    Eduardo

     

     

     

    • Luciano

      Eduardo, bom dia.

      Bem, essa questão de comprar um imóvel aqui num determinado valor x e automaticamente a pessoa ganha o green card me parece que é um projeto de lei federal que ainda não foi totalmente concluído. Fora que o valor, em termos reais, é bem alto. As vezes isso é mais conversa de corretor querendo vender para ganhar comissão do que realidade de fato. Existem outras formas de vim pra cá e se estabelecer que não custam fortunas. Qualquer dúvida, me escreva por email – contato@viveremorlando.com que conversamos sobre isso. 

      Pela atenção, obrigado.

      Luciano

    • Luciano

      Matheus, é claro que teu curso vale nos EUE, Canadá, etc. Naturalmente você precisa fazer uma equivalência de diploma para validar aqui nos EUA. Em termos de transferência, aí vai de cada universidade estabelecer quais as regras. Em termos de campo de trabalho, sem nenhuma sombra de dúvida, a província de Alberta, no Canadá, é um dos principais polos hoje de contratação de profissionais dessa tua área. Vale a pena dar uma pesquisada sobre o assunto. Qualquer dúvida, estamos por aqui.

      Abraços.

      Luciano

       

  15. Alessandra

    Luciano , boa noite ! 

    Pretendo me mudar para orlando pois esta

    muito difícil viver em são Paulo , tenho 2 filhos e 

    gostaria de saber o valor das escolas particulares 

    e se é difícil matricular estrangeiro nas escolas 

    obrigada 

    ale 

    • Luciano

      Alessandra,

      Em termos de valor das escolas privadas, é preciso fazer pesquisa para saber os custos. Depende do lugar onde a família vai morar. Aqui existem bairros que são, sem dúvidas, mais caros em termos de custo de vida.

      Em relação a matrícula das crianças na escola, varia de caso a caso. Cada escola tem uma norma para matrículas. Mas não é algo tão complicado.

      Abraços.

      Luciano

    • Luciano

      Esse é o principal documento aqui nos EUA. Praticamente impossível obter o SSN. Apenas quem vive aqui, legalmente, e com algum visto que permita trabalho, consegue obter um SSN válido. No mais, quem diz que consegue e tudo mais, não passa de conversa furada. 

      Abraços.

      Luciano

  16. Clara

    Gostaria de saber quem consegue visto para fazer Doutorado tem dificuldade para conseguir o SSN? Você saberia me dizer alguma coisa sobre custo e qualidade de vida em Pasadena-CA e Hanover-NH? Agradeço a sua gentileza!

    • Luciano

      Clara,

      Via de regra, quem tem visto F e vem pra cá fazer doutorado, ganha bolsa de estudos, correto? Com bolsa, parte-se do pressuposto que você não precisa de trabalho para se manter. Porém, como o doutorado envolve pesquisa, você pode se envolver em algum projeto/pesquisa na faculdade e isso te autorizar a trabalho “in campus”. Assim, você teria direito ao SSN que seria, a priori, específico para trabalho conforme autorização da DHS.

      Em relação as cidades citadas, não as conheço. Desculpa não pode opinar sobre.

      Abraço.

      Luciano

  17. Clara

    Sim, com bolsa de estudos. Obrigada pela informação!

    Gostei muito do seu site, tem me ajudado muito. Parabéns pela iniciativa e pela gentileza em esclarecer nossas dúvidas.

  18. ane hellen viana

    Ola..

    Me chamo ane hellen, gostaria de saber se você tem a possibilidade de passar o seu e-mail para tirar algumas duvidas, pois estou indo para Orlando.. e estou bastante preocupada!

    Att,

    Ane

  19. karine

    Olá, Luciano, com certezas suas colocações contribuem bastante para esclarecer as inúmeras dúvidas que temos ao planejarmos uma mudança para os EUA. Obrigada pelo empenho. Ainda tenho uma dúvida: Posso matricular meus filhos (4 e 7 anos) na escola, se estiverem com vistos de turista? Abraço. Karine 

    • Luciano

      Karine, boa noite.

      Obrigado pelo elogio. Vamos levando este site/blog firme e forte na tentativa de ajudar as pessoas a encontrar as melhores possibilidades sempre.

      Bem, respondendo a tua pergunta: SIM e NÃO. Em tese é possivel sim matricular as crianças com visto de turista, porém em tese também não pq vocês ficam com o I-94 de “apenas” 6 meses. Fora o fato de que, como turistas, nunca pagaram impostos aqui também. É uma longa discussão. Mas isso vai depender das regras de cada escola. O processo de matrícula costuma ser bem criterioso, exames, vacinas, atestados médicos, tudo isso precisa ter em mãos. E nem sempre é gratuito 100%. Existem vários casos onde as escolas cobram algumas taxas SIM das pessoas. Tem que ir na escola da região onde mora pra verificar as regras.

      Abraço.

      Luciano

  20. Célia

    Luciano, parabéns. Seu post é Fantástico. Suas considerações são bastante lúcidas. Não tenho nenhuma intenção de morar nos EUA, mas sou muito curiosa quanto às diferenças que existem com o modo de vida no Brasil. Acho muito importante ter uma visão crítica, ao invés de "adorar" de maneira simplista e ingenua a vida dos americamos.

  21. Azevedo

    Luciano, parabens pelo Artigo. Tenho intenção de morar definitivamente nos EUA, em Fort Lauderdale, FL. Sou casado, tenho 3 filhos pequenos, e toda minha familia irá. Quero me tornar legal, possuir green card, obter a cidadania. Tenho uma boa condição financeira, pois receberei uma herança generosa. Minhas principais duvidas são:

    Existe um método prático e seguro de se obter o Green Card? Pois o EB-5 é complexo e não te dá garantia do GreenCard e nem garantem te devolverem o investimento.

    Eu indo como turista, arrumar um emprego ou montar uma empresa, terei vantagens como comprar casa, carro, matricular crianças, estudar? Permaneceria legal nos EUA?

    Li que voce citou que existem maneiras mais baratas de se tornar legal nos EUA. Voce poderia me ajudar?

     

    • Luciano

      Azevedo, tudo bem?

      Te mandei um email para que possamos conversar com mais calma por lá. Se quiser me adicionar no Skype, fique a vontade também.

      luciano.abreu.cancio é o endereço.

      Abraços.

      Luciano

  22. Fernando Rodrigues

    Caro Professor Luciano,

    em primeiro lugar parabéns pela coragem da mudança,pois deixar o funcionalismo público,"sonho" dos brasileiros, há que se ter muita coragem.Segundo pela sua mudança para a maior de democracia do mundo e a verdadeira terra da oportunidade.Minha esposa,filhote eu frequentamos aí há 9 anos,e acabamos de comprar na planta nossa casa em kissimmee,e em breve seremos seus vizinhos.Entregam agora pontinha em agosto.Em cada imigrante aí realizado,nós nos realizamos.Parabéns pela sua bondade e simplicidade em tentar iluminar o caminho daqueles que fogem daqui,buscando um lugar mais justo,mais correto,e aonde sonhos podem se realizar sem a intervenção de comunistas disfarçados de populistas.Realizada a compra da casa,agora partiremos para a compra de um business,estamos pesquisando.

    Isso aí professor,continue com sua sabedoria,estendendo as mãos àqueles que buscam e como nós,acreditam que aí podem e serão mais felizes.

    Deus te abençoe.

    • Luciano

      Valeu Fernando, obrigado pelas palavras. Espero que o processo de vocês aqui seja feito da melhor forma possível. Se precisar de aulgum apoio no processo, não deixe de entrar em contato comigo.

      Um grande abraço.

      Luciano

      • Fernando Rodrigues

        Trabalho como representante há 20 anos em Merck.co farmacêutica ,porém aqui no Brasil.Morando aí ,faremos carreira solo e no que eu puder ser útil ,desde já coloco – me á disposição.Acesse – nos pelo face se quiser ok?

        Obrigado professor.

        Fernando Rodrigues.

  23. Carolina

    Olá Luciano, tudo bem?
    Gostaria de obter um auxílio de alguem como vc que vive em Orlando , pois eu e minha família ( marido e 2 filhos de 5 e 8 anos) estamos começando a nos planejar para mudar para possivelmente Orlando, para daqui há 2 anos. Este tempo e pq temos empresa aqui, casa para vender etc. Gostaria de que se possível envie informações sobre como nos instalar ai em Orlando e providencias básicas que devemos tomar , como estimativa de custo de vida para uma família ai.
    Desde já agradeço

    • Luciano

      Olá Carolina, tudo bem?

      Te enviei um email com maiores informações sobre como podemos conversar acerca do projeto familiar de mudança para Orlando no médio prazo.

      Qualquer dúvida, é só me responder por aqui ou pelo email de contato.

      Att.

      Luciano

  24. Kelly

    Olá, poderia nos dar uma ajuda?

    Eu meu marido e meu filho estamos indo de mudança para Eua/ Orlando dia 31/07/13, vamos tentar viver aí pois é o nosso sonho, a principio vamos ficar em um hotel até encontrar uma casa para alugar, poderia nos dar dicas de locação e outras coisas basicas que vamos precisar…desde ja agradeço!

  25. Natanael Silva

    Olá Luciano, adorei seu texto, me acalmou um bocado, vou a trabalho pela minha empresa com visto de negócios e pretendo ficar 1 ano em Fort Lauderdale. Estou muito preocupado pelo fato de levar minha esposa  e não gostaria que passássemos por aperreios de forma alguma, somados a isso ela iria com visto de turista e não poderia legalmente fazer nada além de estudar inglês numa community school (estou errado?). Os entraves de visto são muito grandes e gostaria de pelo menos dá-la a opção de trabalhar nesse tempo. Vi que você falou sobre maneiras mais baratas de se tornar legal nos EUA. É o tipo de informação que procuro há um mês de pesquisa. Já passei 6 meses na California em 2005, não me preocupo por mim, mas por minha esposa, poderia me dar algumas dicas?

  26. Michelle

    Olá Luciano, 

    Tenho inuuuumeras duvidas…primeiro sou americana nasci em Valdosta Georgia e quero "voltar" para o Usa estou no Brasil desde bem pequena, hoje tenho marido e filhos e meu sonho é viver meu "american dream" mas na verdade não sei bem por onde começar a planejar, estou perdidinha rsrsrs seria ooootimo uma ajuda!!! Sim tenho familiares em Panama City Beach porem não falo com eles a pelo menos 10 anos e não pretendo contacta-los para pedir ajuda. Se vc puder entrar em contato comigo para ir me orientando como puder fico mto mto mto grata!!!

  27. Hercules

    Olá, Luciano

     

    Meu nome é Hércules e eu e minha familia estivemos aí em Orlando entre o final de junho e o inicio de julho.

    Como foi nossa primeira viagem  aos EUA, sem dúvida ficamos encantados com tudo que vimos. Meus filhos estão em idade escolar e queremos o melhor para eles.

    O custo educacional no Brasil é muito alto e nem sempre se reflete em qualidade. Por essas e outras pensamos em conhecer melhor a possibilidade de vivermos fora do Brasil.

    Eu e minha esposa temos nivel universitário e experiencia nas áreas que atuamos, TI e Seguros, e vimos que o custos de aquisição de casas não é proibitivo, se comparado com SP.

    Gostaria de saber sua opinião se vale a pena e se conseguiriamos viver aí.

     

    Grato pela sua atenção.

    • Luciano

      Prezado Hercules, boa noite.

      Mandei uma mensagem pro teu email, respondendo a questão feita por você aqui neste comentário.

      Qualquer dúvida, estou a disposição.

      Luciano

      • Bruno Roberto

        Ola Luciano

        Eu e minha esposa estamos indo pra Florida e gostariamos de saber se e dificil de arrumar um emprego ai? vamos começar ai do zero quanto eu posso e tenho q levar de dinheiro para me manter ate arrumar um emprego uma casa para alugar? E qual o perigo de ficar ilegal ate conseguir o gren carde? Valeu e seu post ficou 10

        • Luciano

          Bruno, obrigado pelo elogio em relação ao post. Honestamente, não tenho muito o que dizer sobre o teu projeto. Se você esta com planos de mudar pra cá e trabalhar ilegalmente, o que posso te desejar é boa sorte. 

          Abraços.

          Luciano

  28. Sidra

    Boa tarde Luciano, adorei o seu blog !

    Pra variar vou pedir ajuda, eu e meu marido estamos planejando ir para Palm bay no começo de 2014, estamos começando a mexer com a papelada, porém temos nos organizando financeiramente algum tempo. Vi em alguns comentarios de algumas pessoas que te perguntaram sobre custo de vida e como se organizar com a familia pois temos 2 filhos uma de 6 anos e outro de 4 anos na epoca. E se for possivel vc me encaminhar uma das repostas que vc enviou para as perguntas anteriores, agradeço muito. Pois tenho pesquisado e mesmo assim sinto a necessidade de ter mais informações, pois meu marido vai estudar ingles e eu irei com o F-2 juntamente com os meus filhos e estu calculando uma média de U$ 3.000 mensais depois dos 2 primeiros meses que terão gastos extras. Que valor vc acha que seria bom deixar na conta para nçao correr risco  de ter o visto negado? 

    Agradeço por sua paciencia em responder sei que não é fácil administrar um blog.

    abs Sidra

    • Luciano

      Sidra, tudo bem?

      Olha, falar em valores é bem complicado, pois isso depende da avaliação de cada agente consular na hora da entrevista pro visto. Mas no geral, numa família com 4 pessoas, por baixo uns 70 mil dólares devem ser comprovados em conta bancária pra que não dê zebra nenhuma, já que vocês vêm pra cá como estudantes (teu esposo) e vocês F2.

      Menos que isso também é possível. Mas se vocês chegarem lá com 20 mil reais na conta, sinceramente, não tem muitas chances não.

      Boa sorte no processo.

      Abraços.

      Luciano

      • Sidra

        Oi Luciano, td bem graças a Deus !

        Obrigada pelo seu retorno, eu so não entendi da onde vc tirou os 20.000 mil reais, me explica? Pois eu calculei 3.000 mil dolares mensais a partir do 3º mes pois nos 2 anteriores vou ter as despesas extras com depositos de alugueis e serviços que calculei uns 6.000 mil dolares e calculei um carro de uns 10 mil dolares. e se eu multiplicar 3.000 x 10 = 30.000 mil dolares 

        O que vc falou de ter uns 70.000 mil dolares, eu calculei ter na conta ja deixando o curso pago uns 60.000 mil dolares, mas podemos apertar um pouco mais o cinto e deixar os 70.000 mil dolares e tb vamos deixar 2 aptos alugados aqui em SP que de alguma forma isso deve pesar na hora de comprovar mais alguma renda extra mensal, estou certa?

        Apesar que no site da universidade eles calculam dessa forma a comprovação do dh. 14.000 principal, 14.000 para o conjuge e 7.400 para cada dependente menor, que daria uns 49.000 mil dolares o que eu acho pouco se levar em conta lazer. Pois estar na terra do mickey com cças e não aproveitar é melhor nem ir !!!

        Mais uma vez muito obrigada !

        Abs Sidra

        • Luciano

          Oi Sidra,

          A situação dos 20 mil reais foi a título de uma situação hipotética, onde quem entra com o pedido do F e prova, em conta bancária no Brasil, esse valor, possivelmente vai ter problemas com o visto…..isso se não for negado no início do processo, quando da obtenção da I-20 com a escola/faculdade contratada.

          No planejamento que você me explicou aqui, não vejo como dar errado. Os valores batem certinho.

          Qualquer coisa, precisando, estamos a disposição.

          Abraços.

          Luciano

  29. Ariela Paes

    Olá Luciano, boa noite!
    Eu queria saber se para tirar visto de legalidade no país e tudo mais, é muito difícil. Por exemplo, eu pretendo ir morar aí daqui um ou dois anos, mas não tenho família, descendentes, não vou casar com um americano ou algo do gênero e se isso me impede de morar aí de alguma maneira. É um grande sonho meu morar fora do Brasil, principalmente na Flórida.
    Muito obrigada pela atenção. beijos 

    • Luciano

      Ariela, tudo bem?

      Olha, tirar o green card e ter a residência permanente é SIM muito difícil. Além de vários tipos de vistos diferentes, de acordo com cada caso, via de regra os processo são caros e longos. Sem o visto adequado que te permita viver aqui e trabalhar legalmente, não acho válido morar nos EUA ou em qualquer outro lugar. Aqui nos EUA, em breve, o sistema de imigração vai passar por uma grande reforma e isso tende a deixar o processo em torno de pessoas ilegais aqui bem mais complicado. 

      Enfim, não sou otimista ao extremo diante do que você fala na tua mensagem, mas independente de qualquer ponto de vista, se você tem um desejo, corra atrá dele.

      Abraços.

      Luciano

      • Ariela Paes

        Muito obrigada pela resposta, Luciano. Foi bem esclarecedor. Mas queria tirar mais uma dúvida, se não se importar. Quero morar no país de forma legal e queria saber, se existe algum meio que facilite o processo de tirar o Green Card. Como ter um emprego aí ou algo assim e como é esse processo para conseguir. Se é muito caro e demorado ou se tem algo que eu posso fazer para ser como um bônus, para conseguir o visto.
        De qualquer modo, muito obrigada pela ajuda e seu blog é realmente muito bom. Abraços

        • Luciano

          Ariela, infelizmente todas as opções que existem, como te falei anteriormente, passam por processos que envolvem tempo e recursos financeiros. Talvez a forma mais rápida de conseguir o green card seja pelo processo familiar ou pelo casamento.

          Abraços.

          Luciano

  30. Washington

    Boa noite Luciano,

    Excelente blog, são muitas informações valiosas que nem com muita pesquisa voce consegue encontrar tantas dicas e recomendações em apenas um lugar, parabens !

    Minha pergunta é em relação ao imposto de renda, é realmente pesado como falam ? Comparando com o nosso sistema de IRPF (Brasileiro) como seria ?

    Estou tentando conseguir minha transferencia para os EUA pela empresa que trabalho e precisaria saber os descontos que teremos no salário para ter uma base de quanto vai sobrar no fim do mes.

    Desde já agradeço.

    Washington

    • Luciano

      Washington, boa noite.

      Obrigado pelo elogio em relação as informações contidas neste site. Espero que sejam úteis para as pessoas.

      Bem, essa parte do imposto aqui não tenho perícia profunda, mas pelo que entendo, existem algumas diferenças bem razoáveis em termos de Brasil. Se é pesado ou não, aí depende da avaliação subjetiva de cada um, mas via de regra, precisamos analisar a reversibilidade desse mesmo imposto em serviços aqui. Se você vem com visto de trabalho H1B ou L1A, por exemplo, você consegue ter os mesmos benefícios de um residente permanente, no geral. Constroi crédito, tem facilidades em certos financiamentos e por aí vai. No final, mesmo que seja maior o imposto pago (dependendo da margem salarial anual que você irá ganhar na empresa), ainda assim eu acho que vale a pena em termos de ganhos líquidos. O ideal era saber isso com uma empresa especializada. Mas daí meu caro, essa informação você só teria pagando, como tudo aqui.

      Um abraço.

      Luciano

  31. matilde

    Boa tarde Luciano. Adorei o seu blog .
    Eu sou casada com um americano ha 10 anos ,sou dona de casa ja morei em outros paises(Lima e Buenos aires) mas nunca nos Estados Unidos porque meu marido nunca quis mas agora estamos decididos a viver em orlando por alguns anos,a minha duvida e em relacao a trabalho pra mim,e facil para um brasileiro conseguir trabalho.nao tenho esperiencia.

    • Luciano

      Matilde, entendo que se você já tiver os documentos que te possibilitem trabalhar aqui, basta correr atrás que vagas no mercado sempre vão existir. Agora, no teu caso, é preciso analisar se você já deu entrada em algum papel para aplicar pro processo de green card, já que vocês nunca moraram aqui nos EUA antes, mesmo sendo casada com um americano.  Aconselho a procura de um advogado especialista no caso.

      Abraços.

      Luciano

  32. Cinthia

    Olá Luciano, boa noite! Primeiro queria dizer que amei o blog, e descobrir ele hoje foi algo providencial para mim! Sou maquiadora e trabalho na Sephora Brasil! Moro em Sp e a vida aqui esta ridícula de cara! Meu sonho é viver um tempo nos EUA pois quero muito falar Ingles fluente! Hoje conversei com a minha gerente e ela vai voltar para os EUA, e vai trabalhar em uma Sephora de Orlando! Disse para ela que gostaría de passar um ano aí em Orlando trabalhando na loja dela! Seria uma experiência incrivel para mim! Precisava de um apartamento simples com um quarto, sala e cozinha! Quanto eu gastaria com moradia e afins por  mes? Você acha que eu conseguiria ter uma vida relativamente confortável com 2.000 dólares por mes, mais ou menos?

    • Luciano

      Cinthia, bom dia.

      Se possível, entre em contato comigo via formulário do site que conversamos melhor e eu te repasso algumas impressões gerais.

      Se você vier pra cá com visto de trabalho patrocinado pela empresa, certamente seria excelente. 

      Abraços.

      Luciano

  33. Cinthia

    Desculpa, enviei sem terminar o comentário! Você acha que uma empresa como a Sephora me daria um bom respaldo nos EUA? Como conseguir o SSv que você falou e um seguro saúde! Desde ja agradeço sua atenção…,bjos

  34. Weslley

    Bom Luciano ..
    Quero  me mudar para Orlando e montar minha vida por ai ,mais nao sei por quanto tempo 3 anos, 5 anos, enfim. Quero um lugar onde ha brasileiros que possam me ajudar para que eu consiga entrar em uma rotina completamente da minha em que eu vivo atualmente, e estou pensando em sair daqui do Brasil com 25 mil dolares na conta. Voce acha que essa quantia ja da para me manter e conseguir pagar um aluguel , comprar um carro e as despesas ou tenho que ajundar um pouco mais. Lembre-se que so vai eu !! Nao quero morar em bairros muito ruins quero ter alguma indicação ..
    E outra com relação ha trabalho ?! Voce acha que eu consigo arrumar um trabalho em quanto tempo ai ??
    O salario minimo dai é de quanto ?
    Como faço para ir pra ir como estudande ? Quero fazer tecnico em infermagem para depois uma universidade , o custo de uma universidade e cursos ai são caros ?

    Esclaresse minhas duvidas por favor !!
    Desde ja MUITO OBRIGADOO ..

    Weslley

    • Luciano

      Weslley, tudo bem?

      Bem, como são muitas perguntas, fica melhor entrar em contato direto pelo email, via formulário que deixo aberto no site.

      Mas no geral, veja, trabalho aqui, legalmente, é preciso ter autorização da imigração, certo. Talvez seja muito mais jogo vim pra cá como estudante nessa área que você deseja, focar nisso por um tempo e após a formação, conseguir um sponsor para aplicar pro processo de work visa – H1B. Aí sim, trabalha-se legalmente e tem todos os direitos garantidos.

      Aqui não tem salário mínimo. Tem a hora-base, que na Florida, gira em torno de pouco mais de 9 dólares. É claro que pode ser mais que isso, mas vai depender da tua qualificação, tipo de trabalho e situação legal aqui nos EUA.

      Em termos da quantia que você diz trazer, acho eu que é pouco. Lembre-se que se gasta em dólar correto, logo, ficamos “presos” um pouco as variações cambiais no Brasil que tem sido bem complicadas nos últimos tempos.

      Abraços.

      Luciano

  35. Gisele

    Ola Luciano!

    Eu e minha familia temos grande desejo de morar em outro país, estamos em duvída entre os Estados Unidos e Portugal, até porque meu esposo consegue tirar dupla cidadania portuguesa por ser descendente direto. Então iremos eu, meu esposo e nossos dois filhos ( 2 e 5 anos), mas iremos daqui a 2 anos. Meu marido é empresário aqui no Brasil e sua empresa continuaria aqui e ele apenas coordenando de lá. Nós iremos comprar uma casa lá, alugar a nossa aqui e continuar vivendo do lucro da empresa dele. Você acha que teremos algum problema em conseguir o visto de moradia aí nos USA tendo em vista que nós não iremos trabalhar ai e somente as crianças irão estudar, porem teremos como comprovar renda aqui, nossa renda mensal será em média 15mil dolares, podemos comprar uma casa de até 250mil dolares e ter uma polpança rasoavel para iniciar a vida aí. Você acha que para nossa familia sendo de 4 pessoas viveriamos confortavelmente com esse salário ou seria pouco? Meus filhos hoje estudam em colégio particular, sei que ai vão estudar em colégio publico, eles tem algum tipo de adaptação? pois fico muito preocupada com isso, com eles sofrerem algum tipo de preconseito por serem brasileiros, hoje o mais velho ja faz curso de inglês ainda não fala muita coisa, mas creio que em dois anos terá aprendido mais. Nós vamos mudar de país por eles, para garantir um futuro melhor, longe de tanta violencia e insegurança que vivemos hoje no Brasil. Agradeço muito sua atenção, seu blog é ótimo, antes de ler ele estavamos decididos por Portugal, depois de todas suas informações de exelente qualidade ficamos na dúvida!

    Grande abraço!

  36. José Carlos

    Olá Luciano, parabéns pelo apoio que você presta aos que pretendem morar ai. Seu Blog é espetacular.
    Olha pretendo me mudar para Orlando, comprar uma casa e abrir uma empresa ai.
    Você pode me ajudar ? Que tipo de negócio você abriria ai ? Sou Brasileiro, porem tenho cidadania Espanhola, passaporte Europeu, não preciso de visto para entrar. Porem para abrir empresa e comprar casa vou precisar de que ? Se você identifica um bom negocio ai, por favor pode me indicar ? Não falo em uma grande empresa. Gostaria de recomeçar minha vida ai. Quem sabe você tenha conhecimento de alguma empresa já existente para eu comprar. Quem sabe também possa ser uma importadora de café de qualidade, cachaça e etc…Não as implicações, nem as necessidades. Soube que existe, ou existia não sei bem, um programa do governo Americano que facilita pessoas de fora que queiram abrir negócios ai. Inclusive com incentivo por financiamento, casa o pretendente deposite pelo menos 50% do valor do investimento a ser investido na empresa. Não importa para mim se o negocio seja na zona rural, proximo a Orlando, tipo agropecuária, produção de peixe e etc.. . Pode me ajudar ?

    PS: Te add no Skype. Porem como entro pouco se você puder me responder por e-mail seria mais rapido.

    Abraço
    Cacau Bleicker

  37. Vera

    Boa noite Luciano,

    Obrigada por todas suas explicações que tanto ajudam as pessoas. Estou me aposentado como funcionária pública e um salário de R$ 10.000,00 + ou -. Sempre pensei morar fora, mas não deu. Será que poderia viver em Orlando com este salário? Não pretendo trabalhar. Sei que isto não é o bastante para adquirir o direito de moradia. Como posso fazer? Ir como estudante? Penso, em princípio, morar de aluguel, embora possa comprar. Você acha que é bom para uma mulher sozinha viver aí? Conseguiria uma vida mais tranquila? Aqui tenho uma vida de classe média, mas me assusta a violência, a impunidade, e o desreipeto com os mais velhos. Em Orlando é diferente? ou não passa de ilusão? Agradeço desde já qualquer informação de sua parte. Abraços

     

    • Luciano

      Prezada Vera, boa noite.

      Enviei um email pra vc com algumas análises sobre as dúvidas apresentadas na tua mensagem.

      Qualquer dúvida, nos falamos por email, ok?

      Abraços.

      Luciano

  38. Waldomiro Oliveirfa

    Luciano – Boa noite!

    Já estive aqui antes, e vc, diga-se de passagem, me respondeu prontamente. Mas ao ler as dúvidas da Vera verifiquei que tenho dúvidas semellhantes. Portanto, faço minhas as palavras dele. Vc poderia, por favor, me responder, via email, como fez para ela? Estou aguardando. Forte abraço e obrigado pelo blog, muito bom mesmo.

    Waldomiro Oliveira.

     

     

  39. Debora

    Olá Luciano,

    td bem?

    Eu e meu marido pensamos em emigrar para os EUA. Ambos falamos ingles, eu sou formada, tenho um otimo curriculo e tudo mais. Mas sei que é praticamente impossível conseguir que uma empresa dai me contrate para que eu possa ir prai. Portanto pensamos em ir como turista e ficar por ai. 

    Ele ja morou ai (nos EUA, nao em Orlando) e trabalhava em diversas coisas, mas ja faz 11 anos, as coisas mudaram. Como que é de trabalho por ai?

    Vc largou tudo aqui para ir prai? Trabalha com o que?

    Orlando , ou a Florida de maneira geral é um bom local para se morar ilegalmetne, quero dizer no sentido de que se tenha trabalho.

    Se for com dinheiro para se manter por 3 ou 4 meses acha q é o suficiente?

     

     

     

    • Luciano

      Prezada Debora, boa noite.

      Esse tipo de orientação eu não recomendo e, na verdade, nem sei muita coisa. Largar o certo aí, numa carreira consolidada, e vim pra cá ficar no trabalho ilegal é uma loucura. Você vai ganhar mal (8-9 dólares/hora), ser explorada, correr riscos desnecessários com a imigração e não compensa em hipótese alguma. Eu vim pra cá legalmente, estou num processo de visto de trabalho legal e, apesar de custar muita grana, ainda acho que é o melhor caminho. Essa tese de brasileiros que querem vim pra cá e arrumar emprego ilegal está com os dias contados. Como você mesmo disse, tudo mudou por aqui. E muito.

      Abraços.

      Luciano

  40. Giovane Melo

    Luciano, gostei muito do seu post.

    Estou estudando inglês e faço faculdade na PUCRS. Pretendo fazer intercâmbio ano que vem pela PUC, gostaria de ficar em um país de língua inglesa, Inglaterra ou EUA de preferência.
    Como funciona para fazer os famosos "bicos" aqui do Brasil aí no Eua?

    Outra coisa, segundo o núcleo responsável por intercâmbio aqui da Puc, há possibilidade de ficar em um "alojamento" (acho que uma casa de estudantes) da universidade norte americana, casa de família ou alugar algo por conta. O que seria mais em conta?

    • Luciano

      Giovane, os famosos bicos aqui nos EUA não são permitidos quando você vêm pra cá a estudos. Ou você tem condições de se manter aqui, ou não. A regra é simples. Logicamente que muita gente não está nem aí pra isso e trabalha mesmo assim, dentro da ilegalidade.

      Não tenho dúvidas que o mais em conta seria ficar na casa de uma família americana. Além de ser a melhor possibilidade em termos de se inserir dentro do contexto de vida americano. 

      Abraços.

      Luciano

       

  41. Polyana

    Oi Luciano, tudo bem?

    Primeiramente quero te parabenizar pelo Blog, admiro muito pessoas como você, com tanta disposição para ajudar o próximo. Daqui um mês estou indo morar na Flórida em Boca Raton, estou indo na cara e na coragem com o visto de turista, a princípio não vou ter que me preocupar com gastos em moradia, mas gostaria de saber como estão as oportunidades de trabalho para quem não tem o inglês, eu consigo algo rápido só com o meu espanhol? Abraços.

    Polyana Braga

    • Luciano

      Polyana, você sabe logicamente que é ilegal trabalhar sem o visto adequado. Com visto de turista não é possível trabalhar legalmente nos EUA. É crime federal, passível de detenção e deportação de acordo com a lei. Infelizmente, essa parte da cara e coragem é incentivada por muitos que aqui moram, muitos ilegalmente, e depis que as pessoas chegam elas acabam (não todas) caindo em armadilhas e ficando reféns de sua própria condição no país. Não recomendo e não oriento ninguém a cair nessa.

      Boa sorte.

      Luciano

  42. rui santos

    boa tarde, gostei muito do  blog e do belo apoio que tens dado as pessoas.gostava de saber se me podes ajudar,sou portugues e respondi a um anuncio para ser motorista nos Estados Unidos recebi um fomulario para preencher onde terei depois que entregar aqui na embaixada em Portugal até aqui tudo bem a minha duvida é: os meus futuros patroes dizem que tenho que mandar os documentos depois de ter ido á embaixada pela agencia de correio YRC. Não podia mandar por exemplo por mail e evitar pagar 180€ ou é um procedimento normal para os estrangeiros? Tenho receio de ser enganado e que isto seja uma treta.Aguardo  resposta, obrigado

    Abraço

    Rui Santos

    • Luciano

      Caro Rui, não sei como funciona esses procedimentos de aplicação pro visto H1B para estrangeiros. Sei que existem alguns acordos bilaterais entre os EUA e alguns países da comunidade européia. O jeito é você ir na embaixada e perguntar algo. Porém, NUNCA pague nada, nunca dê dinheiro a ninguém sem antes saber exatamente do que se trata. Motorista aqui nos EUA não acredito que seja assim tão simples de se aplicar pra visto de trabalho viu…..acho que essa informação é meio confusa. Mas de toda forma, tenha cuidado e pesquiser sobre o que se trata exatamente.

      Abraços.

      Luciano

  43. Bruno

    Olá Luciano,

    Tenho graduação e mestrado em Turismo e necessito aprimorar um pouco meu inglês. Já estive a passeio nos EUA (NY e Boston), mas senceramente o clima desses lugares não me agradou muito. Sei que a Flórida não é o melhor lugar para quem quer aprender inglês. Já cansei de ouvir isso em redes sociais que venho pesquisando a respeito. Mas, em minha opinião, é o melhor estado para se viver aí nos EUA, dado as familiaridades climáticas com o Brasil (moro em região quente aqui), o que para mim é muito importante e outras questões. Creio que quando a pessoa quer aprender mesmo, qualquer lurgar é possível. Pretendo ficar aí uns 6 meses no máximo. Não tenho muita grana, por isso pretendo alugar um quarto que já inclua algumas depesas. Sei que sem o SSN e visto de trabalho é meio difícil conseguir um trabalho e fazer algumas atividades cotidianas. No entanto, também sei que é ENORME o número de pessoas que trabalham sem esses requisitos aí, mas, claro, em funções que exigem menos qualificação. No entanto, essas pessoas conseguem sobreviver do mesmo jeito. Minha pergunta é a seguinte: ainda dá pra conseguir algum trabalho aí sem os "papéis" e ajudar nas despesas do dia a dia? Estou me referindo, óbvio, aos trabalhos que exigem menos qualificação como em fast foods, restaurantes, etc.

    Terei mesmo que comprar um carro, pois pelo que andei pesquisando, o sistema de transporte público na Flórida é praticamente inexistente, ou posso ir trabalhar e estudar de bike?

    Desde já agradeço e parabenizo-lhe pela prestatividade para com todos que, assim como eu, também pretendem vivenciar uma experiência no exterior!!!

     

    • Luciano

      Bruno, obrigado pela mensagem.

      Bem, em termos de trabalho, não entro muito nesse mérito aqui pois é um assunto complicado, polêmico e ilegal. Apesar de você dizer que “tem muito gente aqui nessas condições”, eu entendo que esse “oba-oba” está com os dias contados, em especial se a reforma for aprovada (e vai ser). De toda forma, acredito que esse tipo de trabalho não te ajuda em nada no processo de aprendizado do inglês, haja vista que você vai conviver basicamente com brasileiros. Enfim, cada cabeça é uma sentença. :) Não desencorajo ninguém, porém te falo que não é exatamente fácil chegar e arrumar algum trabalho. Enfim.

      Carro, eu não compraria. Se a tua ideia é passar 6 meses apenas (dentro da validade legal do teu I-94), não vejo porquê gastar 5 6 mil dólares + TAXAS + SEGURO para comprar um carro por pouco tempo. De repente, coloque na ponta do lápis e veja se não é mais fácil alugar um. Ou até mesmo, dependendo de onde você more, comprar uma bike.

      Abraços.

      Luciano

       

  44. Fernanda

    Olá Luciano! Tenho um sonho de ir para os EUA como turista mesmo, mas de uns meses pra cá comecei a pensar em ir morar, ter uma vida aí. Não penso em ir para ganhar rios de dinheiro pq sei que não é assim, quero ter uma boa qualidade de vida, sei que aí tem os mesmos problemas daqui, mas não suporto injustiça e desonestidade e nisso Brasil é campeão. Sou formada em fisioterapia e meu noivo está se formando em direito, não penso em trabalhar nessa área nos EUA pois imagino que seja difícil no começo. Tenho dúvida quanto a que tipo de visto solicitar, não quero viver ilegal mas quero estudar e trabalhar, e o que seria necessário para conseguir esse visto? Comprovar renda ou ter bens??? Pensei em ir como estudante, mas não é possível trabalhar. Já pesquisei muito na internet mas tenho muita dúvida quanto a isso. Espero que possa me ajudar. Desde já agradeço!

    • Luciano

      Oi Fernanda, veja, infelizmente aqui nos EUA não existe na categoria F, de estudante, a oprotunidade de trabalho + estudo ao mesmo tempo. Quem tem visto de estudante só consegue trabalhar em algumas exceções bem específicas. Entendo que a melhor forma de vim e ter uma qualidade de vida é começar pelo estudo (acadêmico), pois ao finalizar isso você tem um período onde é permitido trabalho legal, sem problemas. É claro que isso tem um custo, e ele é bem alto, mas é uma das pouquíssimas formas de se conseguir trabalhar legal neste país.

      Abraços.

      Luciano

  45. Fernando Rodrigues

    Olá caro professor Luciano,

    é um prazer enorme voltar a falar convosco.

    Dentro de poucos dias, estarei servindo lhe é claro que se for de vôos interesse, de todas as informações possíveis de uma construtora que atua aí kissimmee ,de forma antiética,mentirosa e desonesta.Acho importante para que outras pessoas não sejam vítimas da tentativa de práticas abusivas e imorais da parte deles.Inicialmente eles prometem e aceitam tudo,mesmo sabendo que dependemos da aprovação de financiamento do banco.Dizem que em qualquer circunstancia, que a qualquer momento de desistência de financiamento do banco, sua entrada na casa dos 90 mil dólares,será devolvida integralmente em caso de desistência em qualquer tempo por parte do banco., o que na prática não é verdade.Eles prendem seu cheque e tentam de tudo lhe passar pra trás.Esta semana ainda,tenho uma reunião com advogado local,americano especialista neste tipo de golpista.Os donos são estrangeiros e o vendedor também, entretanto ambos sao naturalizados americanos.Todavia,como somos experientes pois somos oriundos da terra da picaretagem chamada Brasil, temos todos os e mails, depósitos, contratos e documentos.Vamos ver agora na íntegra a descencia das leis americanas com este tipo de marginais.Dentro em breve,assim que eu for autorizado,coloco todos os detalhes  da construtora e seus resposáveis.

    Abs a todos,

    Fernando Rodrigues.

     

     

    • Luciano

      Grande Fernando, tudo bem?

      É meu amigo, aqui nessas terra jaz também muita malandragem, em especial, desses grupos que apenas querem usar o dinheiro alheio e não te dão garantias de nada. Depois que o dinheiro sai das mãos da pessoa, como fazer pra recuperar? É difícil e complicado. A desonestidade e falta de compromisso é incrível. Alias, sem dúvidas, esse campo aqui em Orlando de imóveis é de uma sujeira ímpar. Até parece que estamos no Brasil…..e o que te bobo e ingênuo que acha estar fechando excelente negócios e ótimas oportunidades……a lista é grande. Estou quase finalizando uma análise que fiz pra colocar no site sobre esse tipo de “investimento” (entre aspas mesmo). E claro que você tem toda autorização para entrar no mérito desse problema comigo. Se quiser me relatar por email (contato@viveremorlando.com) e conversamos por lá, fique a vontade. Toda informação que ajude outras pessoas a não cair em armações é mais do que minha obrigação repassar ao leitor, doa a quem doer.

      Um grande abraço pra você e família.

      Luciano

  46. Edmar

    Luciano

     

    Estou pretendendo morar em Orlando com minha esposa e filha que vai fazer faculdade. Aqui no Brasil para ter uma vida confortavel, porem sem luxo, temos uma despesa familiar de 10.000 reais. Você acha que como esse valor (menos de 5.000 dolares) dá para viver da mesma forma em Orlando ?  Saliento que o carro eu vou comprar a vista e vou precisar alugar uma casa de pelo menos 02 quartos.

     

    Grato,

     

    Edmar

  47. Edmar

    Luciano, 

    Estou repetindo na dúvida de não ter sido enviado.

     

    Estou pretendendo morar em Orlando com minha esposa e filha que vai fazer faculdade. Aqui no Brasil para ter uma vida confortavel, porem sem luxo, temos uma despesa familiar de 10.000 reais. Você acha que como esse valor (menos de 5.000 dolares) dá para viver da mesma forma em Orlando ?  Saliento que o carro eu vou comprar a vista e vou precisar alugar uma casa de pelo menos 02 quartos.

     

    Grato,

     

    Edmar

  48. Patricia

    Olá, estou pensando em me mudar para a florida,  gostaria de morar aos arredores de Miami, vc sabe de algum lugar que eh mais barato pra morar? Fiquei sabendo de Boca Raton, gostaria de saber os custos mensais para viver ai e tb meu esposo quer fazer faculdade, vc conhece alguma que seja barata, ele quer fazer faculdade de informática. E os empregos, que tipo consigo com visto de turista? E quanto da pra ganhar? Sou formada em pedagogia, consigo dar aula na ed. Infantil?

    muito obrigada ;-)

  49. Luciano

    Ruan, temas relacionados a emprego sem autorização nos EUA eu não comento no site, desculpa não poder ajudar.

    Mas de antemão, saiba que aqui só se trabalha legalmente com a devida autorização e arriscar assim sem ter nada em mente, com 2 mil dólares meu caro vocês vão passar por aperto sem nenhuma dúvida.

    Abraços.

    Luciano

  50. paulo

    Muito bom seu site, Eu as vezes penso que quando me aposentar irei morar ai, penso em fort lauderdale, mas não são os preços que me preocupam. Percebi que as pessoas vivem muito isoladas, lembra muito brasilia.  Fort lauderdale, é uma cidade inusitata por causa dos Canais, mas ver alguem andando a pé é uma raridade. Outra coisa que me preocupa é a temperatura quente, ou seja ar condicionado 24 horas, o verão ai realmente é pior que o rio de janeiro. Enfim prefiro nao fazer muitos planos, o mundo está muito globalizado e igual, e não sei se me adaptaria, mas vou fazer uma experiencia. O brasil tem seus problemas, mas sem duvida viver aqui sem ser discriminado é muito bom.

    • Luciano

      Paulo, e stou de pleno acordo. Tem muita gente que acha os EUA a melhor coisa do mundo. Infelizmente, a base de comparação é tão terrível que realmente aqui parece ser um local muito bom, porém, comparado a outros locais, os EUA estão muito longe em termos de qualidade de vida.

      Abraços.

      Luciano

  51. CHRISTIANO

    BOM DIA LUCIANO.

    SHOW DE BOLA SEU BLOG, ADOREI AS EXPLICAÇÕES SOBRE PRATICAMENTE TUDO(LUZ/ÁGUA/VEÍCULO/ALUGUEL). EU E MEU IRMÃO COMEÇAMOS A TER A IDÉIA DE MORAR NOS EUA, INICIALMENTE FLÓRIDA, PRÓXIMO A MAIAMI. TEMOS UMA VIDA MUITO BOA AQUI NO BRASIL, PORÉM, CADA DIA QUE PASSA FICA MAIS DIFÍCIL ACREDITAR QUE UM DIA VAI MELHORAR( SE MELHORAR E, EU ESTIVER FORA, EU VOLTO). ESTAMOS LEVANDO EM CONSIDERAÇÃO UM GRANDE PLANEJAMENTO, ANTES DE QUALQUER MUDANÇA, ASSIM, GOSTARIA DE SABER ALGUMAS DÚVIDAS SOBRE: TENHO EM MENTE AQUI NO BRASIL, BASEADO NAS INFORMAÇÕES QUE ESTOU COLHENDO NA INTERNET, COMPRAR UM IMÓVEL AÍ QUE ME DE UMA RENDA(ALUGUEL). VOCÊ ESTÁ FAMILIARIZADO COM ALGUM CASO DESTES(ALGUEM QUE VIVA DE ALUGUEL AÍ). TENHO UMA CURIOSIDADE ACERCA DAQUELAS GARAGENS QUE VOCÊS ALUGAM PARA GUARDAR TRALHAS, QUANTO CUSTA POR MÊS? COMO FUNCIONA ESTE SISTEMA, VOCÊ SABE? PENSEI EM COMPRAR UM IMÓVEL E CONSTRUIR ESTE TIPO DE GARAGEM PARA ALUGAR. O QUE VOCÊ ACHA, É UMA BOA ?

    GRANDE ABRAÇO, E DESDE JÁ AGRADEÇO.

    SE NÃO FOR INCÔMODO PARA VOCÊ, GOSTARIA DE MANTER CONTATO SEMPRE.

    MAIS UMA VEZ, SUAS EXPLICAÇÕES FORAM SHOW!!!!!!!!

    CHRISTIANO.

    • Luciano

      Prezado Christiano, obrigado pelo envio da mensagem e elogio em relação ao site. Sempre tentamos deixar o site atualizado e colocar aqui informações gerais que ajudem as pessoas a entender um pouco da vida americana e ajude também no processo de planejamento de uma mudança pra cá que deve, com certeza, ser feito com calma e com suporte de pessoas honestas que entendam do que estão falando. 

      Esses espaços de armazenamento tem aos montes aqui, chamam de storage space e muito provavelmente não é possível transformar a garagem da casa própria num espaço desse tipo para aluguel a terceiros. Isso vai depender das regras de cada condomínio. Na média, o valor de cada espaço depende do tamanho e das condições em si (tempo de contrato, climatizado ou não, etc). Não faço ideia quanto custe, mas isso é fácil de buscar pela internet e fazer cotações.

      Precisando de algum auxílio mais específico, é só enviar um email para contato@viveremorlando.com

      Abraços.

      Luciano

       

  52. Juliana Sena

    Olá Luciano, td bm?? 

    Adorei seu blog, e amei as fotos, me fazem lembrar da minha viagem, é tão legal ir no mercado e comprar essas coisas gordurosas que aqui a gente paga uma fortuna e aí são baratíssimas, rs. É tão bom saber que tem como morar nos EUA do jeito que a gente quer. Eu digo, não é ilusão como as pessoas dizem, é possível!!

    Bom, eu e meu marido estamos com planos de morar nos EUA antes do fim do ano, porém estamos na dúvida do estado onde morar. Qual seria o melhor lugar para se morar??

    Nosso orçamento mensal é razoável pelo que andamos vendo.

    Outra dúvida é: Podemos alugar um imóvel só com o visto de turismo?? Ou é necessário algu específico? Qual a dificuldade disso?

    Fico no aguardo, acho que perguntei de mais, me empolgo muito! rs

    Obrigada.

    Att: Juliana

     

     

    • Luciano

      Juliana, tudo bem? Obrigado pela leitura do site e envio da mensagem.

      Bem, alugar algo com visto de turista é possível sim, porém é mais complicado. Em tese, podem pedir algumas comprovações que vocês não teriam em si. Mas possível é sim, sem dúvidas. Em termos de qual estado morar, isso depende do objetivo de vocês. Se querem vim pra cá estudar, tentar abrir algum business, fazer uma pós, e assim por diante.

      O que eu não recomendo, de forma alguma, é vim pra cá na ilusão, aí sim chamo de TOTAL ILUSÃO, e achar que é possível sair por aí trabalhando ilegalmente que “nada” acontece, achar que é possível ficar nos EUA e ser beneficiado por alguma anistia, enfim, esses tópicos típicos de aventureiros. Esse país, felizmente, tem fechado o cerco aos imigrantes que vêm pra cá apenas para “ganhar” dinheiro e não contribuem de fato com a sociedade americana. Desculpa, mas neste sentido discordo de você: não tem como morar aqui da forma que quisermos. Tem como morar aqui da forma legal. Qualquer coisa fora desse campo, é apenas aventura e como toda aventura, existem muitos riscos envolvidos. 

      Abraços e boa sorte.

      Luciano

      • Juliana Sena

        Olá Renato, td bem sim. Obrigada pela informação, mas acho que vc não me entendeu.. rs

        Nós vamos pra lá com a empresa onde meu marido trabalha. Já temos o visto e tudo mais. E como ele trabalha home office nós podemos escolher a cidade onde morar. E quando eu disse que é possível morar aí do jeito que a gente imaginava, eu me referi a não ser tão complexo e tão caro quanto nós achávamos. 

        Concordo totalmente que ir para os EUA sem nada é loucura, tanto que esperamos até uma oportunidade. E acho muito correto da sua parte não incentivar as pessoas a fazerem essa loucura. Conheço pessoas que foram deportadas. É muito triste!!

        Bom… A questão do visto é que a gente tem pouco tempo e não sei se daria tempo de tirar o visto para trabalhar e morar aí. Por isso a dúvida em relação a isso. 

        O custo de vida pra gente é um fator muito importante. Valor de aluguel e os custos mensais de manutenção de uma casa.

        Estamos quase certos de ir para LA. Você acha uma boa ideia? É uma cidade muito cara? Se puder nos ajudar com algum dado sobre lá eu iria agradecer muuuito. 

        Desde já agradeço a ajuda!

        Abraços.

         

        • Luciano

          Percebi Juliana, você está me confundindo com outra pessoa. Tudo bem, fique tranquila e faça tudo dentro do seu planejamento que no final acaba dando tudo certo.

          Abraços.

          Luciano

  53. Carolina

    Caro Luciano, adorei seu blog,  eu, meu marido e minha filha estamos querendo nos mudar pra orlando, já fui algumas vezes aí a passeio, mas agora queremos ir pra morar, tenho muitas dúvidas em relação a isso,  preciso tirar um visto para morar aí? Como faço isso, no caso eu sou dentista aqui, aí meu diploma vale alguma coisa? Queríamos abriri um comércio aí, e difícil? Por favor, se não for pedir muito, me ajude!! Aguardo contato, obrigada desde já e parabéns pelo blog!

    abs, Carolina

    • Luciano

      Olá Carolina, respondi tua mensagem sobre o processo de planejamento de uma mudança pra cá. Mandei um email com os detalhes gerais e os serviços de consultoria que posso te auxiliar. Qualquer dúvida, estamos a disposição.

      Luciano

  54. marcia

    Luciano, boa noite, primeiramente gostaria de parabenizá-lo pelo seu blog, ele é muito informativo, e pelo que percebi, você é muito claro em suas informações, com o único intúito de ajudar as pessoas. Linda inicitiva…

    Bem minha dúvida é quase a mesma de todos:

    eu, meu marido e nossos 2 filhos ( 10 e 12 anos ) também pretendemos nos mudar para orlando, devido a grande violência que existe no Brasil, e tbm para podermos oferecer um perspectiva de um futuro melhor a nossos filhos, e a nós mesmos…

    Temos empresas aqui no brasil, e estamos montando tbm uma empresa aí em orlando ( em outro ramo de atividade ), já possuímos casa própria quitada, 2 carros quitados e alguns imóveis de vacation home também quitados. se você puder nos ajudar tbm com informações adicionais, gostaríamos de saber: custo de vida, como proceder com as questôes imigração, convênio médico, escola pública, como obter o SSN, Licenses drive, etc…

    temos uma renda mensal de US$ 20.000,00, vc acha que podemos manter um padrão de vida bom, viajar de final de semana, passear, ir a teatros, shows, jogos de futebol, restaurantes, etc…

    Muito obrigada pela atenção e boa sorte

    • Luciano

      Olá Marcia, tudo bem? Obrigado pelo elogio em relação ao trabalho que desenvolvemos em Orlando.

      Em relação as tuas dúvidas, estou enviando um email pra você no sentido de colocar os pontos de vista que avalio serem importantes.

      Qualquer dúvida, estamos a disposição.

      Luciano

  55. Beatriz

    Olá Luciano!

    Parabéns pelo blog, amei, ele me fez sonhar um pouco ^^

    Gostaria de saber se curso tecnico ai tem valor, estou fazendo tecnico em Radiologia. Vi em outro site que o salario esta na faixa de U$30 mil. (até 20 mil estaria otimo, sendo que no Brasil a faixa é R$1200 ou menos)

    É facil arrumar trabalho tendo tecnico?

    Um abraço e sucesso :D

  56. Ricardo Silva

    Boa noite,

    Olá tenho vontade de morar em orlando, hoje venho me preparando para comprar um casa aí,

    como faço ter um auxílio sobre isso, li uma resposta sua falando quem tem uma empresa no Brasil ficaria mas fácil ou entende errado.

    Obrigado pelo site me ajudou muito.

     

  57. Patricia N.

    Ola Liciano. Gostaria de uma juda sua referente a informações de como deveria proceder em relação a uma eventual mudança para os Estados Unidos,muito provavelmente Florida.Meu marido possui industria aqui no Brasil,eu sou autônoma e tenho duas filhas de 18 e 19 anos…estão cursando faculdade aqui…mas estou desesperada para ir embora daqui devido a violência!  Que sugestões você poderia me dar?! Aguardo.. E desde já agradećo sua atenção.

  58. Luciano

    Olá Luciano, parabens pelo seu site é realmente surpreendente a quantidade de informações que você nos transmite, obrigado.

    Gostaria de tirar uma dúvida em relação a carros, pelo que entendi mesmo como turista não seria problema comprar um veículo (novo ou usado) em cash, porém, o turista pode fazer o seguro do veículo e se positivo você saberia dar alguma noção de valores ?

    Muito obrigado pelas informações, abraços

    Luciano

    • luciano

      Luciano, obrigado pelo elogio em relação as informações do site. Que bom que elas snao úteis pra você.

      Em termos de valores de seguro, isso vai depender da empresa a ser contratada, carro, modelo, ano e, naturalmente, se você tem ou não a DL da Florida.

      Abraço.

      Luciano

  59. Valeria

    Boa tarde Luciano,   Estou muito interessada em fixar residência por aí, inicialmente penso em Miami,mas ainda nao decidi. Tenho condições de me manter por aí com uns US 6.000.00 por mês, Tenho investimentos no Brasil e sou empresaria a muitos anos, mas nao quero mais viver aqui.qual seria a melhor forma para eu começar Visto de estudante?Fazer um intercâmbio, comprar um imóvel?Como eu faria para ficar legalizada?Sera que eu consigo um trabalho razoável para compor meus recursos? Desde já agradeço se puder me dar umas dicas.

  60. Luiz Henrique

    Boa noite Luciano, muito bacana seus depoimentos,parabéns>>>estou pensando em morar por aí e terei um dinheiro até razoavel, em que poderia investir, onde morar?????????

    Att Luiz Henrique

  61. Diego

    Ola Luciano, queria agradecer, todas as dicas do site, estou me mudando para Orlando com visto de trabalho, trabalharei em uma empresa de transporte de luxo, nada de luxo para mim, mais como ja morei em Utah, ja tenho SSN, e vão me oferecer para dividir uma casa com funcionarios que se eu nao me engano, saõ filipinos e tals, voce tem uma ideia media ai de um aluguel ja imobiliado a casa apart, etc, 

    Ou voce acha melhor começar dividindo a casa e depois tentar achar algo?

    gostaria muito de fazer amizade quando chegar por Orlando em meados de janeiro, mesmo havendo muitos brasileiros, solidao nos primeiros dias é de mais, ja passei por isso, abraxx e espero que tenha uma boa semana!

     

    regards Diego

    • luciano

      Diego, acho que pra início mesmo vale a pena dividir a casa com alguém sim. Em tese, nada que fique muito acima dos 500 dólares (com tudo incluso) creio ser justo. Veja quais são as condições que o teu contratante está oferecendo e boa sorte nesta nova etapa.

      Quanto a solidão, esse é um problema aqui, na minha visão. Mas foque no teu objetivo nos EUA e não saia dele.

      Um abraço.

      Luciano

  62. Renan Motta

    Luciano, muito bacana seu blog , gostaria de saber se consigo viver rasoavelmente na região , andei olhando casas a venda na região de Ford pierce ( entre miami e florida) de imoveis entre 75000 a 99000 dolares .

    gostaria de saber se com uma renda mensal de aposentadoria de 4.000 dolares eu consigo viver rasoavelmente nessa região ?

    eu estou indo com mais ou menos 110.000 dolares para investir ai .

    obrigado pela atençao

    Renan

    • luciano

      Olá Renan, tudo bem? Veja, entendo que é o mercado de imóveis aqui é bem dinâmico e em termos gerais, pode ser que estes imóveis com os valores citados por você não estejam em excelentes estados. Não sei, teria de pesquisar mais sobre esta cidade – Fort Pierce, corrigindo. Pelo que me parece, é um local bem calmo a priori.

      Acho que com 4,000 dólares/mês você teria uma boa renda sim na Florida, mas isso vai depender, é claro, de onde você pretende morar e o estilo de vida familiar.

      Quanto ao investimento inicial de $110,000, entendo que ele é interessnte, mas se você comprar algo a vista, certamente vai ficar descapitalizado. É um ponto a ser pensado neste quesito.

      Abraços.

      Luciano

  63. Adriana Xavier

    Luciano, boa noite,

    Eu, meu marido e 3 filhos (17 / 15 e 4 anos), estamos pensando em morar na Florida por um período de 1 ano. Inicialmente estamos planejando nos bancar por 4 meses e se nesse meio tempo arrumarmos algum trabalho, ficaríamos por mais 8 meses. Seu blog tirou várias dúvidas, mas gostaria de saber mais sobre a escola para a criança de 4 anos e para os adolescentes e qual o custo médio que gastaria com a educação deles. E em relação ao visto? Já temos o visto de turismo, é necessário tirar outro tipo de visto?

    Nosso maior objetivo é ter uma experiência de vida diferente, cultural e aprender o idioma.

    Obrigada,

    Adriana

  64. everton alves

    Oi luciano, acompanho seu blog desde que cheguei aqui em orlando dia 20 de dezembro. Parabéns pela iniciativa, já salvei nos meus favoritos..rs…Como estou como turista estou muito encantado como vc mesmo deve saber. Sei q tudo aqui não é mil maravilhas como temos a impressão assim q chegamos, mas tenho um ponto de vista que no brasil nunca seremos um país de fato desenvolvido. Ter a sétima maior economia do mundo não trouxe ao nosso país crescimento em nenhuma das áreas como infra-estrutura, saúde, educação e etc. Muitas pessoas estão querendo sair do país e aceitam pagar mais por isso pq acham q nunca teremos isso com qualidade no brasil. Quando falam q os eua são o país do capitalismo, vejo q o brasil é o país do socialismo. Aqui nos eua se vc não pagar o aluguel vc é retirado da casa sem nenhum direito. No brasil uma pessoa pode invadir a casa de outro, morar lá 5 anos sem pagar aluguel e ainda entrar com um processo de usucapião pra ficar com a casa pra si. No brasil a saúde é pública, mas nem quem paga plano de saúde tem um serviço de qualidade. De que adianta o cunho social de nosso país se nada funciona? de que adianta o governo fingir que oferta vários direitos se os preços estão caríssimos em tudo, comida, roupas, eletrônicos? inflação aumentando cada vez mais, governo aumentando mais ainda os impostos como se isso fosse possivel, veja o caso recente do IOF sobre recarga no cartão pré-pago e etc. Enfim, custo de vida mais alto por uma qualidade de vida melhor, acho muito justo. Tb prefiro o americam way of life, se não tem dinheiro não compre, não alugue. Melhor assim do que não honrar sua dívida, ou procurar o governo pra dar um jeitinho como muitas fazem no brasil. Mudando de assunto, Também estou em kissimmee, no windsor palms. GAstei 2ooo dólares pra alugar o carro na álamo por 33 dias e estou muito interessado em fazer aquele plano mensal que vc fez na Hertz. Vc fez em qual loja? vi que tem uma na IRLO BRONSON. Abs e feliz 2014.

    • luciano

      Acredito que sim, dependendo do período em que você vier, é claro. O ano letivo aqui começa em agosto (final) e vai até Junho.

      Abraços.

      Luciano

  65. Ingrid Santos

    Olá Luciano, adorei seu blog e a sua matéria tambem!
    Acontece que estou acabando o meu curso de Direito agora no meio do ano… e na verdade, eu tenho uma sede de aventura e experiencias novas… sempre sonhei em morar nos EUA!
    Em especial em Nova York… Moro em uma cidade onde o Bacharel em Direito não é bem remunerado e cheguei a uma conclusão que uma babá nos EUA ganha melhor que um bacharel de Direito aqui…
    Portanto, tenho uma grande vontade de, assim que terminar a faculdade, tentar visto para trabalhar nos EUA, só que não sei muito bem o inglês… achas muito difícil eu conseguir um emprego de baba sem saber muito de inglês? ouvir falar que os americanos vêem com bons olhos babas brasileiras, isso é verdade? quanto ganharia em média uma baba em sua cidade?

    Você acha possível uma família contratar como baba que não saiba bem o inglês, mas que estudaria e faria curso enquanto cuida do bebe?
    E em Nova York, cursos e escolas de inglês, são caras?
    Na verdade ainda não juntei um dinheiro necessário para ir, mas você poderia me indicar algum site ou alguma agencia de empregos que faça esse contato e a pessoa já saia do Brasil com a
    um emprego já certo?

    Sei que fiz diversas perguntas, Luciano, mas ficaria, de fato, muito feliz e agradecida, se me respondesse elas…
    Desde já, muito obrigada.

    • luciano

      Prezada Ingrid, tudo bem?

      Olha, infelizmente eu não posso falar sobre temas de emprego neste site. A luz da lei americana, não é possível trabalhar neste país sem as devidas credenciais que te possibilitem fazer qualquer atividade remunerada. Assim, trabalho aqui apenas legalizado, sob pena de uma série de sanções das autoridades americanas. Sei que este tema é comum aqui nessas bandas, mas infelizmente nesse contexto não sei te dizer muito sobre.

      Agradeço a mensagem e faço votos que todos os teus planejamentos dêem certo.

      Abraço.

      Luciano A. Cancio
      Email – contato@viveremorlando.com
      Facebook – https://www.facebook.com/VivernosEUA
      Skype – consultoria-viveremorlando
      Informação, pesquisa e apoio qualificado.

  66. Claudio

    Luciano

    Parabens pelas informações prestadas.

    Eu e minha esposa gostariamos de levar nossa filha para estudar a faculdade em orlando, é possivel vivermos com ela ai todo o tempo de seu estudo? E qual o valor minimo mensal que iremos precisar para termos uma vida boa? Pode ser aproximado.

    Obrigado

    • luciano

      Claudio, tudo bem?

      Não é possível vocês ficarem aqui o tempo todo com a filha de vocês sem ter uma situação imigratória que permita isso. Não existe este tipo de visto de acompanhante na medida em que você não é o dependente dela e sim o contrário. Ou vocês estariam aqui estudando inglês, ou estariam num processo de aplicação para outro tipo de visto de investidor, enfim, situações essas possíveis. Em termos de valor mínimo que vocês devem ter para se manter aqui, isso vai depender de uma série de fatores que envolvem – moradia, transporte, educação, saúde, e assim por diante. Entendo que algo na casa dos 10,000 mensais custeie de forma satisfatória essas despesas, considerando ainda que vocês teriam de pagar um tuition na faculdade FULL.

      Qualquer dúvida e necessidade de aprofundar a discussão, oferecemos consultoria on-line para estes casos.

      Abraço.

      Luciano A. Cancio
      Email – contato@viveremorlando.com
      Facebook – https://www.facebook.com/VivernosEUA
      Skype – consultoria-viveremorlando
      Informação, pesquisa e apoio qualificado.

  67. Manu

    Olá Luciano!

    Obrigada por seu blog, já tirei váriasss dúvidas. Eu e o meu esposo estamos pensando em ir para San Diego, CA. A proposta de trabalho é 100 mil dolares por ano bruto. Pelas nossas contas sobraria líquido 6mil/mês (tirando imposto de renda e contribuição para aposentadoria). A pergunta é: Viveríamos bem? Saliento que o aluguel custa em média 2mil. Daria para passear as vezes, frequentar restaurantes aos finais de semana, enfim, viver bem?

    • Prezada Manuela, tudo bem?

      Minha especialidade é a Florida mesmo, pouco saberia de dizer se é ou não suficiente viver na Califórnia com 6 mil líquidos por mês. Talvez isso dependa mais do estilo de vida de vocês. É claro que pagar 1/3 da renda líquida apenas no aluguel é algo bem considerável. Pelos amigos que conheço que moram na Califórnia, sendo bem honesto, esse dinheiro é dentro de um limite bem razoável. Meus amigos que vivem em Los Angeles ganham bem menos que isso e tem uma vida até confortável, mas sem nenhum luxo.

      Enfim, espero que o processo de vocês dê certo e bons planejamentos. Abraço!!

      Luciano

  68. Gabriel T Fernandes

    Luciano, parabéns pelo Blog, inteligente, didático e direto, gostei muito… Ví que algumas pessoas tb tem a mesma dúvida que a minha, mas vc preferiu responder “in box” tenho uma empresa no Brasil e pretendo administra-la a distancia, ela me garantiria uma renda mensal de US$10mil, tenho recursos para comprar um carro a vista e alugar uma casa pagando todas as taxas iniciais…além de uma poupança no valor de US$100mil… pois bem, gostaria de tentar morar 6 meses em Orlando e ver se as coisas funcionam aqui no Brasil (na minha empresa) e se minha família vai se adaptar, se der certo vendo minha casa para comprar uma ai…
    tenho 2 filhos de 5 e 3 anos que estudam em escola bi-ligue.
    O que acha com US$10mil conseguiria ter uma vida boa? (sem grandes luxos) e as crianças sofreriam muita discriminação?
    E o custo do aluguel de uma casa igual a sua? Já estive 5 vezes em Orlando e sei onde é Kissimme e acho o local muito bom!!!
    E o custo de educação para as crianças, hj no Brasil pago o equivalente a US$1.200…
    E o seguro saúde??

    Desde já muito obrigado pela disponibilidade, um grande abraço e qq coisa que precisar aqui do Brasil me avise, terei o maior prazer em te ajudar!!!

  69. Lucas Santana

    Olá Luciano, parabéns pelo post, realmente muito esclarecedor. Sou Engenheiro Civil e gostaria de saber qual região eu deveria ir objetivando validar meu currículo e onde tem mais empregos para essa área, ou seja, maior possíbilidade de conseguir um trabalho fixo e legal. Tenho planos de ir para os EUA em alguns anos e estou fazendo o planejamento para realizar este sonho. Obrigado.

    • Lucas, entendo que este campo é interessante onde existem investimentos na área da construção, é claro. Talvez, em função da crise, este mercado tenha se enfraquecido nos EUA, na época de 2008. Hoje em dia, vejo que a recuperação já é uma realidade de talvez boas oportunidades de emprego possam surgir.

      Não sei como seriam os processos de revalidação de diploma nesta área, na medida em que, no geral, cursos de exatas tendem a ser tratados de forma bem universal, quanto ao conteúdo em si.

      Um caminho é começar a ler sobre isso em sites de faculdades e fazer um comparativo dos programas deles com os que temos no Brasil nesta área, justamente para entender como se daria esse aproveitamento de créditos.

      Abraços.

      Luciano

  70. Kelly

    Olá, Luciano tenho muitas dúvidas iguais as outras pessoas, tenho 2 filhos e sou casada, sou de São Paulo gostaria de morar em Orlando estou de férias aqui, vc poderia me explicar como funciona conseguir trabalho, casa, e as escolas públicas aqui são boas? Desde já agradeço aguardo um retorno.

    Kelly

    • Oi Kelly, tudo bem?

      Enviamos pra você uma mensagem de email com algumas considerações gerais em relação a tua ideia de mudar para Orlando.

      Caso tenha interesse, podemos agendar uma consulta on-line e discutir o teu projeto.

      Abraços.

      Luciano

  71. Mônica

    Olá Luciano, tudo bem?
    Estou fazendo Inglês em torno de 1 ano.
    E gostaria de estudar fora para aprimorá-lo. Um amigo, ofereceu a casa de sua filha em Orlando para ficar, mas não sei por onde começo?…. Tenho uma grana guardada, qual seria o valor ideal?
    Que primeiras atitudes tomar para esta mudança?

    Muito obrigada!

    • Olá Mônica, tudo bem?

      Enviamos pro teu email algumas considerações gerais sobre o teu projeto. Caso você precise, estamos a disposição para atender tua demanda inicial através de nossa consulta on-line, cujas informações foram repassadas por email.

      Abraço.

      Luciano

  72. Augusto

    Luciano, tenho uma curiosidade sobre o tal calor. Calor podemos dizer que em certo ponto é relativo, pra quem mora em Cuiabá ou Nordeste é uma coisa e Curitiba ou Porto Alegre é outro tipo de sensação, por isso eu pergunto, qual a média das temperaturas em graus celcius ou o sei lá, a máxima ou o que você pode dizer em números? Obrigado

    • É Augusto, concordo plenamente com você, aqui “calor” é bem relativo mesmo. Eu diria que os piores meses são julho e agosto devido ao clima quente e úmido, onde a sensação térmica fica fácil na casa dos 30 graus, todos os dias. É bem complicado.

      Abraço.

      Luciano

  73. Luciano, boa tarde!

    Fui para Orlando em outubro de 2012 e gostei muito, hoje tenho Empresa aqui no Brasil de Logística e transporte minha vida aqui não é ruim não tenho o que reclamar, mais gostaria de estar indo morar em Kissimme Orlando, minha empresa hoje anda sozinha e gostaria de dar mais segurança aos meus filhos e minha esposa, gostaria de saber como faço para ficar legal aí nos EUA.
    Te mandei uma solicitação no Spype.
    Abraços…

  74. Kayser

    Luciano sou empresario no brasil e gostaria de me aposentar e mora nos eua, uma renda mensal de 12000 dolares da para ter uma vida legal 4 pessoas com seguro saude bom e escola para a filha boa

  75. Rosana Krauss

    Oi, Luciano, passei hoje o dia inteiro lendo sobre tudo que você colocou em morar nos USA, fiquei triste com algumas coisas mas me esclareceu várias outras.
    Eu comprei uma casa em Orlando, tenho conta no Regions, tenho ido umas 2 3 vezes por ano, pretendia ficar, mas pelo que li acho que continuarei tendo casa aqui também, digo, quanto a plano de saúde e hospitais etc.
    Enfim, tenho uma filha com 34 anos divorciada que é fisioterapeuta formada com doutorado, Gostaria de saber se tem campo de trabalho para ela em Orlando e se ela vai precisar fazer outra faculdade, porque já ouvi falar que nada adianta a faculdade aqui do Brasil.. Abraço e obrigada.

    • Oi Rosana, tudo bem?
      Obrigado pela mensagem. Veja, eu sei que muitas pessoas, ao lerem certas matérias ou mesmo entrarem em contato comigo diretamente, acabam “caindo na realidade” e repensando, em termos, os projetos. A diferença entre o Viver em Orlando e os inúmeros outros sites e blogs que falam de Orlando é a transparência em vários pontos. Não digo que os outros não o são. Apenas falo que a linha editorial que adotamos aqui é de dizer a verdade e, acima de tudo, a REALIDADE de vida de Orlando e dos EUA num cenário geral, não vendo tão somente o lado do “American Dream”, como muitos ainda falam por aí. Isto não existe mais. Não desanime se tens a ideia de morar aqui; apenas o faça com muito planejamento e cautela, justamente para não passar por nenhuma situação complicada. Manter TUDO seu no Brasil, incluindo teu plano de saúde, é mais do que fundamental, na minha visão.
      Quanto a tua filha, sim, provavelmente ela precisa fazer alguma equivalência curricular nos EUA. Como ela tem um altíssimo grau de instrução acadêmica, não creio que o caso seja de outra graduação. E em termos de campo de trabalho, entendo que essa área é boa como um todo aqui (assim como a área de TI e existe campo). Veja um pouco mais sobre isso na matéria que fiz sobre profissões – http://www.viveremorlando.com/2014/03/quais-as-melhores-profissoes-nos-eua.html.
      Abraço.

      Luciano

      • Rosana Krauss

        Obrigada, Luciano, me ajudou muito,.maravilhoso o seu site, tudo que você escreve, está com certeza ajudando a todos nós que queremos sair do Brasil, farei com mais cautela e planejamento., sem deixar de concretizar o meu sonho.

        Um abraço.

  76. Marcus Antonio

    Luciano vc tem como me mandar um email ou telefone ou skype,
    Pois todos os anos vou para orlando e gosto muito dai, e quero muito mudar para ai, gostaria de comprar uma casa ai e um carro a vista, em um bairro legal que tenha escola A ou B parace que no bairro do jogador de golf o moreno esqueci o nome dele qual o valor das casas lá e qual o nome do bairro e queria saber quanto precisa por mes para viver bem eu minha esposa meu filho de 3 anos e mais um bebe.
    Queria abrir alguma coisa ai mas não sei o que, queria ver sua opinião, conheço o gilson do victorios comida brasileira e o restaurane novo que ele abriu o griil.

    aguardo sua resposta

    Grato

    Marcus

  77. CLEUBER

    Boa tarde Luciano, tudo bem?
    Gostaria de saber se consigo ficar como turista 6 meses e vir ao brasil e retornar como turista de novo 1 mes depois.
    Obrigado e parabéns pelo Blog.

    • Cleuber, por aqui tudo bem e no Brasil?
      Bem, em tese poder você pode, mas conseguir entrar novamente, nesse contexto, aí já vai um pouco da avaliação subjetiva do oficial de imigração, uma vez que, nesse contexto, ficaria claro que você não esta nos EUA mais a turismo e sim, morando aqui.
      O que eu tenho observado é um aumento no número de casos de pessoas que são barradas na entrada por situações semelhantes a essa. Vai aí um pouco de sorte também.
      Abraço.

      Luciano

  78. Fernando

    Boa tarde Luciano

    Tenho vontade de ir para o EUA para estudar e trabalhar. é difícil conseguir moradia por ai? Em questões financeiras quanto devo ter no mínimo para sobreviver durante 2 meses ou até conseguir um emprego de forma legal?

  79. VALERIA MARIA CASTRO RODRIGES

    OLÁ, LUCIANO GOSTEI MUITO DO SEU BLOG ALIÁS NUNCA VI UM BLOG TÃO COMPLETO ASSIM COLOCANDO ATÉ VALORES GOSTEI MUITO, MEU ESPOSO ESTA TENTANDO PEGAR UM VISTO MÊS QUE VEM ALIÁS ESTAMOS EMBARCANDO DIA 21/04/2104 PARA CONHECERMOS A ESCOLA (UCEDA) E TOMAR CONHECIMENTO DE TUDO ISTO QUE VOCÊ ACABOU NOS FACILITANDO “OBRIGADO”, MAS UMA COISA GOSTARIA DE SABER SE VOCÊ TEM INDICAÇÃO DE CORRETORES PARA EU ALUGAR CASA E TAMBÉM ESCOLAS . FICO POR AQUI AGRADECIDA ….. ABRAÇOS VALERIA

    • Rebeca, as tuas duas perguntas já foram respondidas em posts anteriores que estão no site.
      De toda forma, valores de faculdade variam bastante, entre pública e privada, depende da situação imigratória da pessoa, etc. O mesmo vale para os salários pagos no mercado. Vai depender bastante de uma série de fatores.
      Abraços.

      Luciano

  80. Alessanra

    Olá Luciano, assim como muitos, fiquei extremamente feliz por encontrar o teu blog, muito esclarecedor, simples e de fácil entendimento.
    Quero muito tirar algumas duvidas com você, se for possivel é claro.. Meu esposo, eu e nosso filho, estamos nos preparando para passarmos uns dias na Florida, temos idéias de um dia nos mudarmos para os EUA, porém estamos cheios de duvidas.
    Queremos comprar uma casa, carro ( a vista sai um preço melhor), ou o melhor é alugar?,…etc…, li que você menciona sobre escolas publicas ( são boas e confiaveis?), temos o nosso filho em fase escolar ainda e nos preocupamos com os perigos de escolas publicas, visto o que acontece no Brasil. Você aconselha escola publica ou particular?, Existe planos de saude aí, assim como no Brasil?
    Você acredita que ainda hoje é possivel ter uma vida boa aí entrando no país com cerca R$ 200.000,00?
    E para montar uma empresa de que precisamos? Qual capital inicial é necessário? Como proceder? …. Sei que são muitas as minhas dúvidas, pois temos medo de entrar em um novo mundo, que não conhecemos absolutamente nada. Queremos fazer tudo de forma Bem Legal….. não faremos nada fora das leis americanas.
    Mais uma coisa, você sabe me dizer que se chegarmos com um patrimonio razoavel, por acaso temos de pagar quanto de imposto? esse imposto é cobrado na hora que transferimos o dinheiro para o país, ou entramos no IR dos EUA?…. como fica essa parte legal do $$?

    Agradeço sua atenção e aguardo seu retorno.

    Alessandra

    • Alessandra, todas as suas dúvidas são bem direcionadas a um planejamento de quem está no preparo para se mudar para os EUA. Trabalhamos com consultoria on-line para atender a esses casos, pontuando todas as dúvidas na intenção de ajudar as famílias no processo de mudança. Caso tenha necessidade, estamos a disposição para atender essa demanda. O email do Viver é contato@viveremorlando.com
      Pela atenção, obrigado.

      Luciano

  81. Silvio

    Olá amigo. Gostaria de saber qual a melhor forma hoje adotada pelos Brasileiros para morar de forma legal em Orlando. Abraço e parabéns pelo Blog

    • Silvio, não existe uma ou duas fórmulas mágicas. Cada situação é bem diferente uma da outra e demanda, sobretudo, planejamento. Mas de toda forma, pelo menos dentro daquilo que eu entendo, hoje em dia muitos brasileiros tem optado pelo visto L1A, desde que tenham as devidas qualificações pra esse tipo de visto.
      Abraços.

      Luciano

  82. Renan

    Olá Luciano

    Primeiramente parabéns pelo blog e pelo ótimo trabalho feito para ajudar as pessoas que planejam um dia morar nos EUA.
    Moro em Londres, possuo cidadania européia, mas tenho muita vontade de um dia morar nos EUA. Trabalho numa multinacional e a proxima cidade onde abrirão um negocio será em miami, com data de inauguração em outubro. Com isso tenho uma ótima oportunidade nas mãos de ser transferido pela empresa para miami. Apesar da qualidade de vida de miami ser bem melhor ( imagino que seja ) do que a de londres ainda tenho algumas dúvidas sobre algumas coisas.
    Se for possível entrar em contato com vc por email para esclarecer essas dúvidas eu ficaria muito grato.
    Obrigado desde já e parabéns mais uma vez

    • Prezado Renan, tudo bem?
      Sinceramente meu caro, não sei de onde você cogitou essa possibilidade de Miami ter melhor qualidade de vida do que Londres!!!
      Afirmo e reafirmo: isso não tem a menor chance. Londres é uma cidade incrível, cheia de cultura e possibilidades. Miami, meu amigo, está parecida com SP em termos de trânsito caótico, pobreza nas ruas e homeless. Nem compare porque você não vai querer sair daí pra viver nos EUA nesse contexto.
      Evidentemente que Londres tem um custo de vida maior que Miami. Porém as pessoas ganham bem, em certos campos, não é mesmo?
      Mande suas dúvidas para contato@viveremorlando.com
      Abraços.

      Luciano

      • Boa Tarde, Luciano!
        Gostaria de tirar algumas duvidas com você? seria possível ?
        gostei muito do seu trabalho neste site, e queria tirar algumas duvidas sobre o post que você fez.
        há alguma forma para entrar em contato ?
        qualquer coisa me adiciona no skype, preciso que minhas duvidas sejam esclarecidas!
        Skype: plinio.cesar.vante

        desde já agradeço!

        Parabéns pelo Site

  83. lisi

    Boa noite Luciano,

    Teu blog esta sendo de grande valia. Meu sobrinho casou foi morar com a esposa em Orlando. Um casal jovem que saiu de casa direto para outro mundo. Tenho alguns contatos por ai mas achei teu blog e dicas interessantes demais. Eles estão a procura de emprego, mas pelo o que percebi não esta fácil. Já estão com moradia garantida, mas a para se manter precisam de retorno financeiro. Existe a possibilidade de algum contato contigo, para que possam dirimir algumas duvidas, obter informações?
    Aqui ficamos preocupados. Sendo assim eu como tia estou recorrendo a quem acredito q possa dar dicas e se possível uma ajuda.

    Obrigada.

    Lisiane

    • Lisiane, tudo bem?
      Desculpa a sinceridade, mas eu não auxílio e nem acho correto quem o faça, nestes casos de emprego. Se eles vieram pra cá para trabalhar com as devidas autorizações, excelente. Sou o primeiro a ajudar. Mas caso não, desculpa, mas eles não poderiam ter feito essa escolha, na medida em que constitui uma ilegalidade dentro da imigração americana. Simples assim. Quem ajuda ou auxilia e/ou emprega pessoas nos EUA sem as devidas documentações, também cometem crime. Boa sorte e desculpa a honestidade do meu comentário. Minha base de avaliação é essa.

      Luciano

      • lisi

        Ola Luciano!

        Em momento algum disse q estariam ilegais. Apenas lhe pedi dicas, sendo que recém chegaram e estão providenciando as documentações necessárias.

        Mas obrigada.

        • Eu também não disse que eles estão ilegais. E também não tenho nada haver com isso. :)
          Apenas disse que, sem os documentos necessários, não se pode sair por aí em busca de emprego.
          Boa sorte. Abraços.

          Luciano

  84. wagner

    Ola Luciano cara seu blog e 10, Parabens, Rapaz sera que vc pode me ajudar tenho algumas duvidas, Bom conheço bem os US ms somente em viagens de negocio e turismo, tenho os visa B1,B2
    porem tenho interesse em estar indo morar ai ms quero ir legal, sou Eletricista e trabalho em plataforma de petroleo aqui no brasil venho aplicando para varias empresas ai sendo elas para offshore e ou para trabalhar onshore digo empresas de prestação de serviços em terra e aplico ate para eletricista residencial ms não tenho feedback das empresas, vc que tem experiencia em viver ai, rapaz esta minha area e dificil para conseguir algo? existe algum meio de conseguir legalmente
    cara grande abraço.. muito obrigado desde ja.

    • Wagner, tudo bem?
      Você está procurando no lugar errado, sem bem direto e honesto contigo, como sou com todos que me procuram. Essa tua área, com as devidas qualificações e comprovações de experiência de trabalho são excelentes no vizinho dos EUA, o Canadá meu caro. Não tenho a menor sombra de dúvida de afirmar que essa tua área é um dos grandes gargalos na questão canadense e lá sim, você tem melhores e reais chances de conseguir algum tipo de retorno de alguma empresa. Nos EUA, é muito improvável, ao meu ver, inclusive porque o visto de trabalho H1B tem cotas anuais e ele é vinculado aos trabalhadores mais especializados. Vá pro Canadá meu caro, estou me preparando pra isso também, em breve :)
      Um grande abraço.

      Luciano

  85. Caro Luciano, boa noite,

    Primeiramente parabéns pelas postagens que foram de grande importância para mim!
    Estou pensando em viajar para os EUA, gostaria de passar o meus primeiros 90 dias para poder saber onde de fato gostaria de morar!
    A região seria entre Orlando e o norte de Miami
    No início, penso em alugar um apartamento ou casa na sua região!
    Preciso saber qual será o custo que teria nesses 3 primeiros meses, tendo a ideia de uma locação de imóvel em torno de US 1500.
    Tenho empreendimento locado no Brasil que vai subsidiar os meus gastos.

    Fico no seu aguardo e um grande abraço!

    • Olá Marcelo, tudo bem?
      Bem, obrigado pelos elogios em relação ao trabalho que desenvolvemos no site.
      Em relação a tua dúvida, pontualmente, entendo que os gastos devam ser divididos em fixos e variáveis, sendo que neste primeiro momento, provavelmente você teria de pagar 1 mês de aluguel + 1 depósito de segurança (no mesmo valor do aluguel). Em alguns casos, seria necessário ainda um terceiro mês de aluguel, justamente por você não ter histórico de crédito nos EUA.
      Entendo ainda que você iria precisar de um carro, ou alugar, ou comprar, pois não se vive sem carro na Florida, devido ao transporte público não ser tão bom assim.
      Além disso, talvez você teria alguns gastos extras com mobília do imóvel.
      Enfim, entendo que por mês, nessa fase inicial, vocês teriam gastos na ordem de 6 ou 7 mil dólares. Mas é claro que isso é extremamente variável e subjetivo. Se você tiver interesse em alguma consultoria neste campo, estamos a disposição.
      Um grande abraço.

      Luciano

  86. Gilson

    TRANSFORMANDO EM PERCENTUAL CADA ITEM. POR EXEMPLO GANHO u$2.500,00 PAGO u$5OO SIGNIGICA 20%. SE NO BRASIL GANHO R$2.500,00 PAGO 250,00 SIGNIFICA 10%.. PARA QUEM QUER MUDAR PARA QUALQUER LUGAR NO MUNDO A MOEDA É P$(PORCENTAGEM)
    QUAL PERCENTUAL GASTO COM CESTA BASICA? QUAL PORCENTUAL COM SAÚDE? COM EDUCAÇÃO? COM ÁGUA ? LUZ ? ETC, ETC…ME PARECE MUITO SIMPLES E É, TER PARÂMETROS DE ANALISES.

    • Prezado Gilson, suas avaliações fazem sentido, com certeza. Porém, também faz sentido viver num local e ganhar na moeda do país, na medida em que, se você vive nos EUA mas a sua renda está em Reais, as varíáveis de câmbio, impostos, etc fazem diferença no cálculo percentual. Um abraço.

      Luciano

  87. Ygor Coimbra

    Luciano, bom dia!

    Gostei muito do seu blog, as informações são bem esclarecedoras, enfim, estou planejando ir pros EUA de preferência em Bostos pra morar e trabalhar, e gostaria de saber se você teria uma ideia de uma primeira impressão da cidade , de como conseguir um primeiro emprego e se é barato morar lá. Completando, pretendo ir com meu irmão, então os gastos talvez serão menores pelo fato de dividir as despesas com ele.

    Um abraço.

    • Prezado Ygor, tenho poucos conhecimentos sobre a região citada. Acredito que, no geral, o custo de vida seja maior no norte dos EUA do que no sul, por uma série de razões. Espero que teus planejamento ocorram da melhor forma possível. Sucesso pra você e seu irmão. Abraços.

      Luciano

  88. jackson

    olá luciano eu queria saber se com 10 mil e mais a passagem aerea!eu conseguiria me estabelecer 1 mes até achar um enprego! que a minha area e revestimento ceramico nao tao dificil conseguir servico nessa area ou é?porque a costrucao e acabamentos tao em alta no mercado de servico!

  89. wesley

    Ola Luciano minha dúvida é p mim minha esposa e filha de um ano ir morar em orlando como tem que ser meu visto e qual a quantidade d dinheiro tenho que ter p Apresenta na embaixada. Ficarei na casa de um amigo at m estabilizar por lá

    • Wesley, não tem como “morar” em Orlando por 1 ano a não ser que você e família tenham um propósito específico de visto, seja de estudante ou de investidor. Morar em Orlando a “turismo” com B2, não sei se é exatamente algo tão simples como falam por aí. E NUNCA mencione que você vai ficar na casa de um amigo que já mora em Orlando, pois se você o fizer, eles não te concedem nenhum tipo de visto. Cuidado com isso.
      Abraços e boa sorte.
      Luciano

  90. Márcio

    Luciano, boa tarde;

    Seu blog é perfeito, muito útil, porem gostaria de tirar algumas duvidas.
    Gostaria de comprar 2 casas em Orlando ou Kissime, uma para morar e outra para alugar, Vi muitas casa de aproximadamente USD 150K a USD 170K. Quanto conseguiria receber de aluguel por esta casa?
    Voltei de Orlando esta semana, na imigração me deram 6 meses de permanência, este é o prazo normal? Dentro deste prazo posso viver legalmente ai, correto?
    Tenho 2 filhos em idade escolar, consigo escola publica para eles?

    • Márcio, sim. Este é o prazo comum dado para aqueles que entram no país com visto B2 de turista, o que não quer dizer que você possa viver nos EUA legalmente após esse período. Em tese, como você entra como turista, não se espera ficar por 6 meses como “turista” nos EUA, entende? Mas enquanto você estiver dentro do prazo legal, não existem problemas em termos de imigração, salvo se você trabalhar ilegalmente, é claro.
      Sim, você consegue matricular as crianças na escola neste meio tempo, porém é preciso ter cautela e saber exatamente onde matricular as crianças, pois nos EUA as escolas funcionam por setor.
      Qualquer dúvida, mande um email para contato@viveremorlando.com que podemos te auxiliar neste planejamento.
      Abraços.
      Luciano

  91. Renato

    Luciano, boa tarde e Parabéns pelo seu site.
    Tenho uma empresa aqui no Brasil e uma condição boa de vida, porém, não consigo ver perspectiva de melhora, principalmente nos âmbitos políticos, segurança e saúde. Temos a maior carga tributária do mundo, vc sabe bem disso, porém, em contra partida, não temos absolutamente nada. Aqui a falta de educação e o desrespeito predominam na grande maioria da população, infelizmente. Completamente desacreditado de uma melhora, pensei em me mudar para a Florida, face nossa visita em Outubro de 2014 para Miami e Orlando. Minha preocupação é o preconceito, se é que existe, e o que fazer para viver legalmente nos EUA, pois com 2 filhos de 11 anos tenho muito que me preocupar, pois minha família é minha vida. Posso investir em algum estabelecimento, mas não sei nem por onde começar. Vc poderia me dar algumas dicas? Antecipadamente agradeço. Renato

  92. Marco Correia

    Parabens pelo seu blog, realmente ajuda bastante…
    estamos pensando(eu,esposa e 2 filhos pequenos) em mudar para Orlando(ou KIssime), o q seria melhor?poderia me auxiliar em instalaçoes de curto/medio prazo?o maior receio é pelos filhos, matricula em escolas,pl.de saude..essas coisas…
    pode enviar-me email??
    importados73@hotmail.com
    agradeço sua ajuda…
    Marco.

    • Marco, Orlando e Kissimmee, no geral, são a mesma coisa, ao meu ver. Em ambos os lugares existem comunidades boas e locais a serem evitados. Eu entendo que todo e qualquer processo de mudança para os EUA deve ser baseado, de antemão, no processo de visto a ser aplicado para poder viver no país de forma tranquila e legal.
      Se você precisar de algum auxílio, ofereço consultorias online pelo Skype que podem auxiliar você e família neste planejamento inicial.
      Abraços.
      Luciano

  93. ana

    Ola, Luciano. Tenho casa em kissimme desde de 2010. sempre fui a passeio ,e em abril de 2013 resolvi ficar mais tempo com visto de turista , para fazer uma reforma. fiquei o permitido 6 meses, neste periodo matriculei minha filha em escola publica. vendi o imovel e comprei um maior ,passei 20 dias no brasil e retornei ,passei mais 6 meses decorando o novo imovel e minha filha continuou os 6 meses estudando na mesma escola.
    voltei em abril ,nao ultrapassando o tempo permitido,agora estou renovando o visto de turismo dela ,e preenchi o formulario informando as 2 ultimas estadia de 6 meses e eles nao deram o visto imediato,pediram uma entrevista com os pais.tenho agora duvida se ela estava ilegal estudando na escola publica neste periodo,
    devo informar que ela estudou ou nao.estou querendo retornar porque tenho outra proposta de compra no imovel .

    • Ana, se a tua filha não retornou ao Brasil neste período após os seis meses, em tese ela não teria problema na renovação do visto. O que eu tenho observado é que as autoridades americanas estão mais rígidas com certos pontos, como por exemplo, estudar com visto de turista e/ou permanecer nos EUA, com o visto B2, por 6 meses. Por mais que a pessoa não acumule status de ilegal no país, fica claro que viver nos EUA com o B2 por 6 meses e depois retornar ao país de origem e na sequência voltar aos EUA, configura que a pessoa está morando entende e isso as autoridades tem controle e podem, sem dúvida alguma, barrar as novas entradas e/ou renovações/emissões de visto. Espero ter ajudado.
      Abraços.
      Luciano

  94. weliton da silva bravo

    boa luciano
    cara eu consegui aqui no brasil fazer uma renda de 10.000,00 dolares por mês em média de aluguéis e estou pensando em dar um tempo do meu trabalho e conhecer outro pais e talvez se eu gostar morar nesse pais…pois aqui no brasil esta muito violento e perigoso pra continuar com a familia…essa renda seria pra eu,esposa e um filho…viveria bem ai com essa grana por um periodo sem se preocupar em trabalhar…abraço

    • Welinton, tudo bem? Sem dúvida alguma você viveria bem em Orlando com essa renda.
      O ponto desse processo de mudança seria o visto, na medida em que, pela regra, vocês teriam no máximo 6 meses de permanência legal nos EUA com o visto B2 de turista. Mas em termos de viver ou não bem com 10 mil dólares em Orlando, isso é super tranquilo, baseado nas diferenças de custo de vida entre os EUA e o Brasil.
      Abraços.
      Luciano

  95. dayane

    Olá, gostei muito do que li, e preciso de uma grande ajuda. Onde posso encontrar uma empresa de preferencia que falem portugues, que possa realizar uma reforma em minha casa: troca de piso, pintura, etc. Obrigada

    • Dayane, acredito que existem alguns anúncios sobre este tipo de serviço no jornal brasileiro que circula em Orlando.
      Já li algo sobre isso na parte de classificados e anunciantes em geral.
      Abraço.
      Luciano

  96. Ana Carolina

    Luciano, como vai?
    Adorei as perguntas e suas respostas… parabéns! Eis a questão: meu marido sempre quis morar nos EUA… e agora, com a situação cada vesz pior no Brasil, voltou a tocar no assunto. Temos 2 filhos, 14 e 9 anos, e aqui vivemos razoavelmente bem (sem casa propria, temos carro, mas o $ é sempre contado). Devido a insistência dele e a um casal de amigos proximos ter “largado tudo” aqui, entrado com visto de turista e levado 20.000 reais, ele pensa nessa possibilidade também. Não me sinto confortavel esse tipo de situação… com visto de turista consigo tirar carta de motorista ai? consigo me matricular em alguma curso e depois regularizar o visto? consigo comprar carro, alugar imovel, matricular meus filhos na escola? contratar um plano de saude? meu marido tem carta de motorista dai e Social Security… tirados há muito tempo … Quais as possibilidade de se conseguir um visto de moradia (não sei o nome correto e nem se exsite)… como é o mercado de pet shop por ai? poderia me ajudar um pouquinho???
    Obrigada!!!!

    • Ana Carolina, veja a situação….20 mil reais não chega nem a 10 mil dólares……tenho absoluta convicção de que as pessoas que fazem isso (ou dizem que fazem), não conseguem se dar tão bem quanto parece. Isso é loucura. Ainda mais envolvendo crianças.
      Em termos de mercado de trabalho, acredito que o campo de pet shops seja bom, mas concorrer com as grandes empresas as vezes pode ser um pouco complicado, ao meu ver. Se teu marido tiver carta de motorista válida e SSN com autorização de emprego, o cenário muda. Caso contrário, vir aos EUA com uma poupança pequena é complicado.
      Abraços e boa sorte.
      Luciano

  97. silvia

    Oi Luciano, eu e meu marido estamos pensando em morar em Orlando, mas vamos comprar uma casa e um carro a vista, vamos ter despesas com agua, luz, internet, comida, seguros, você saberia me falar quanto precisaria para viver?
    Obrigada

    • Silvia, essa é uma resposta que depende de uma série de variáveis, mas entendo que é possível ter uma vida com conforto na cidade com algo em torno de 5000 dólares/mês. Se precisar de maiores auxílios nesses campos de compra de casa e carro, bem como outras avaliações pertinentes ao processo de mudança, trabalho com consultorias. Mande um email para contato@viveremorlando.com caso tenha interesse.
      Abraços.
      Luciano

  98. Maura

    Boa noite Luciano, tudo bem?

    Eu e meu namorado estamos programando fazer inglês fora, estamos pensando em morar em Miami ou Fort Lauderdale, ja fiz algumas pesquisas na internet sobre valores de alugueis, e vi que variam um pouco, mas que o valor minimo de um apartamento/studio para 2 pessoas podemos conseguir por uns $1200/mes. Estamos pensando em ficar por 6 meses, ja entrei em contato com a escola. Gostaria de saber quanto você acha necessário para passarmos estes 6 meses, visto que os 3 primeiros meses são pagos de uma vez só e com os demais custos de moradia, mercado, transporte, etc.

    Desde já agradeço!

    • Maura, essa é uma pergunta que muitos me fazem e as vezes não sei a melhor resposta porque isso varia bastante. Eu diria, sem dúvidas, que viver no sul da Flórida, em especial Miami, é bem mais caro do que viver em Orlando ou cercanias. Penso que uma renda de 3,500 dólares/mês para duas pessoas seja razoável, pois além do aluguel, ainda tem a questão do carro, despesas fixas como luz, água, cable, telefone e o próprio curso de inglês em si.
      Um grande abraço.
      Luciano

  99. Bruno

    Olá Luciano. Parabéns pela iniciativa, muitos detalhes que atendem bem às dúvidas gerais. Muito legal.

    Sei que é uma pergunta recorrente e de difícil resposta, mas só um brasileiro morando aí para tentar responder: para uma pessoa com rendimentos em moeda brasileira é mais caro viver aí ou no Brasil (RJ/SP)?

    A questão não é se X mil reais serão ou não suficientes para uma vida confortável por aí. Isso é muito subjetivo e depende muito do estilo de vida de cada um, é claro. A questão é se um brasileiro que tem sua renda em reais, por exemplo uma pessoa aposentada no Brasil ou com qualquer outra renda aqui, com a mesma quantidade de reais teria uma queda muito grande no seu padrão se trocasse o Brasil pelos EUA?

    Desconsiderando naturalmente a flutuação do câmbio, partindo-se sempre de um câmbio tipo 2,5 por 1.

    Obrigado e mais uma vez parabéns!

    • Bruno, eu vejo que o problema do câmbio é o custo psicológico dele…ou seja, a família ficar naquela tensão cotidiana sem saber exatamente o que vai ocorrer com o valor do real frente ao dólar. Supondo que ocorra um problema muito grande no Brasil, algo não muito improvável, e a moeda se desvalorize a ponto de ficar igual ao peso argentino….imagine esse cenário e tente imaginar como iria sair dele? É bem complicado, concordas? Por isso eu vejo o câmbio como um problema bem confuso num planejamento de mudança com o viés de manter a renda passiva do Brasil como a única passível de liquidez no processo. No mais, acredito SEM dúvida alguma, que o custo de visa hoje na FLORIDA é bem mais interessante do que o custo de vida em certas regiões do Brasil.
      Abraços.
      Luciano

  100. margareth

    Olá Luciano, estou analisando algumas alternativas de vida e tenho considerado viver nos Estados Unidos, o que me preocupa é como viver ai de forma legal? Quero comprar um imóvel, isto facilita a minha legalização e de minha família?

    Obrigada

    Margareth

    • Margareth, não existe nenhuma correlação com aquisição de imóvel nos EUA e facilidade em processos de imigração. Tem alguns profissionais que falam isso por aí mas de fato não há nada na lei que diga isso, infelizmente. E sim, a questão de viver legalmente nos EUA deve ser sim a sua preocupação primária num processo de planejamento e mudança. Caso queira, mande um email para contato@viveremorlando.com e vamos conversando.
      Abraços.
      Luciano

  101. ANDRE ALVES

    Ola Luciano, tudo bem?
    Sou uma pessoa bem estabelecida no Brasil, porem estou cansado de viver aqui em meio a tanta violência, corrupção, insegurança, desonestidade e acima de tudo, um país sem perspectivas de melhoria futura. Procuro hoje por um padrão de vida mais simples, porém com tranquilidade e segurança e cada dia mais penso nos EUA como uma alternativa. Ja conheço como turista várias cidades dai, porém, como vejo que em todos os lugares que visitei, temos rigorosamente o mesmo estilo de vida (diferente nos padrões culturais, financeiros, etc…), mas saindo dos grandes centros e indo a região metropolitana, a vida segue igual. Disponho de uma renda mensal hoje no Brasil, oriunda de investimentos diversos que me permitiriam bancar minha vida nos EUA neste inicio, pelo menos um ou dois anos. Disporia tambem de recursos para iniciar algum negócio, comprar carro, alugar ou comprar uma residência e a partir disso, buscar com tranquilidade uma nova vida, um emprego ou uma empresa. O grande problema é que tenho dúvidas quanto a burocracia, ao tempo de permanecia legal (tenho visto b1-b2) valido por 10 anos, se e possivel viver ai de fato e residir no brasil eventualmente, se e necessário e o que é preciso para obter visto de residente. tenho amigos que falam em comprar imoveis e parece que tudo e muito simples, mas sei que não é, então gostaria que vc me ajudasse a formalizar uma ideia e todos os passos na sua visão , necessários a essa mudança, sem que me torne um imigrante ilegal, afinal nao e essa a ideia. agradeço pela ajuda a clarear minha decisão. abraço Andre

  102. alexandre

    Boa tarde

    Faço planos pra ir morar ae quando me aposentar, o que vai me render, variando, US$10,000.00 por causa da variação da moeda. eu aposentado e com essa renda acharia dificuldades em arrumar visto e, caso consiga um, estabilizar nessa região?

    PS: muito bom o blog
    grato

    • Alexandre, não existe na lei imigratória nenhum visto que facilite a vida dos aposentados que queiram imigrar para os EUA.
      Em tese, com essa renda, você teria um excelente padrão de vida em ORLANDO. Em outros lugares dos EUA, dependeria muito.
      Abraços.
      Luciano

  103. Ivone de oliveira

    Bom dia!
    Primeiramente gostaria de parabenizar o site e em especial ao Luciano que por explicar com tanta dedicação, por ser tão minucioso em suas explicações, particularmente, instigou-me a ler mais , inclusive despertando em mim o desejo agradável de ler cada vez mais sobre Orlando. .
    Por falar nisso, eu li uma matéria, muito bem escrita sobre a possibilidade de podermos contactar diretamente com o proprietário, no caso de querer alugar um imóvel para ” vacations” mas não consigo encontrar essa matéria novamente.
    Vcs poderiam, por gentileza, me ajudarem a achar esta bela matéria?
    Desde já agradeço pela atenção.
    No aguardo do retorno.
    Ivone de Oliveira.

  104. Ana Laura Dorneles

    Boa tarde Luciano,
    Adorei seu post. Eu e meu noivo estamos pensando em mudar para Orlando, então achei super legal este post que você escreveu. Mas, quero trocar uma ideia com você sobre o mercado de trabalho, caso tenhamos interesse de montarmos um comercio o que mais tem saída ai ou o que falta ai que seria legal ter. Como é a situação do visto? Pois não queremos ficar de forma ilegal. Desde já agradeço pela atenção. Ana Laura Dorneles.

  105. Priscilla Ramos

    Olá , tudo bem ?

    Tenho acompanhado seu blog e tenho vontade de mudar para Orlando com meu marido (sem filhos).Gostaria de tirar algumas duvidas .Gostaríamos de ficar no período de 1 ano para fazermos levantamento de mercado para abrirmos um negocio. Que tipo de visto teríamos que ter para ficarmos 1 ano em Orlando. O racismo é forte nessa cidade? No caso de precisarmos de consultoria você nos auxiliaria?

  106. Cristiano

    Prezado Luciano,

    Parabéns pelo pelas dicas. Ja estive a passeio e gostei muito de Orlando. Sou casado e tenho 2 filhos de 7 e 3 anos. Gostaria de saber se você também ajuda a encaminhar em empregos ai? Pretendo ir primeiro e depois levar a familia…. Estou com visto de turismo e negocios…. Desde ja grato pela ajuda e atenção. Abc Cristiano

  107. Loren

    Olá,
    Eu eu meu namorado estamos indo p/ Orlando fazer um curso de paralegal. Você saberia me informar como é o transporte público na cidade?
    Além disso, você tem alguma informação sobre o custo de vida em Fort Lauderdale? Pergunto isso, porque, antes do curso de paralegal, vamos p/ Fort Lauderdale estudar inglês.
    Obrigada, desde já.
    Bjs, Loren

    • Loren, no site existem artigos que falam sobre o transporte público em Orlando, basta pesquisar.
      Quanto aos comentários de Ft. Lauderdale, não tenho muitos conhecimentos sobre a região.
      Abraço.
      Luciano

  108. Tudo bem Luciano?
    Eu queria saber como que é a vida de um militar lá na Floria porque meu pai é e ele diz que lá ele iria para a guerra?
    E também queria saber como as crianças de lá são se são realmente frias e ignorantes como meu pai diz.
    E também queria saber como são as escolas públicas lá se são tão boas como nos filmes e se realmente são melhores que as escolas particulares americanas.
    Se puder responder minhas perguntas eu queria dizer que serei muito grato :D

  109. Marília

    Olá Luciano, eu e meu noivo estamos pensando em morar fora do Brasil, ele formado e com mestrado em Eng.Civil e eu formada em Matemática, nós não temos nada definido ainda. Você acha que é muito complicado acharmos emprego nos EUA? Não queremos sair do Brasil sem ter algo certo. Também estamos pensando em Canadá… Pois a área de trabalho do meu noivo é muito forte nesses dois países. Gostei muito do seu site!!!

    • Marília, sendo bem honesto com vocês, o Canadá tem políticas de imigração que são, ao meu ver, mais confiáveis e atrativas do que as políticas americanas. Na verdade nos EUA, imigração é business, ou seja, não é pra quem quer e sim pra quem tem. Portanto, em termos de oportunidades efetivas e processos menos confusos, apostaria no Canadá.
      Abraços.
      Luciano

  110. Guilherme Giovanetti

    Prezado Luciano, boa tarde!

    Achei muito interessante o seu post, seria possível conversarmos via email? tenho algumas dúvidas e estou disposta a largar tudo aqui no Brasil e ir embora para Orlando.

  111. Bruno de Barros Portas

    Luciano , gostaria de tirar algumas dúvidas .
    1º Sou formado em Administração de Empresas e gostaria de passar um ano inicialmente aí em Orlando estudando Inglês ou algum outro curso que me possibilitasse futuramente conseguir um trabalho de forma legal por aí , o que você me indicaria ??
    2º Possuo atualmente aproximadamente 50.000,00 mil dólares para utilizar neste um ano , porém irei com uma filha de 4 anos e esposa , com esta quantia consigo me manter durante o período ??
    3º Estando como estudante é possível tirar a Driver license e o SSA ??

    Abraço
    Bruno Portas

    • Bruno, acredito que essa quantia que você dispõe não seja suficiente para o período de 1 ano, na medida em que você teria de pagar aluguel, carro, despesas cotidianas, curso de inglês e assim por diante. É claro que isso depende muito, mas eu entendo que 50 mil dólares pode acabar bem rapidamente, no geral.
      Como estudante é possível ter drivers license, mas não é possível ter Social Security, salvo em casos bem específicos.
      Abraço.
      Luciano

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>